São Paulo: Governo confirma estação de metrô em Higienópolis

segunda-feira, 16 de maio de 2011

Apesar do movimento contrário à estação de metrô da Linha 6-Laranja em Higienópolis, na região central de São Paulo, estudos da companhia preveem que a nova localização será no coração deste bairro paulistano. Embora o ponto exato não esteja definido, calcula-se que ela tenha de ficar em um raio de até 300 metros da posição anterior, na Avenida Angélica, ou a demanda de passageiros não seria suficiente para viabilizar seu funcionamento.

O governador Geraldo Alckmin (PSDB) afirmou que a estação não sairá do bairro: "Higienópolis terá estação de metrô. Não é porque alguns não querem que não vai ter estação, a localização é uma decisão técnica", disse.

Essa afirmação foi feita na quinta-feira passada, depois de ser divulgado que a estação, inicialmente prevista na Avenida Angélica, seria transferida para o Pacaembu.

Como a mudança havia sido solicitada por moradores preocupados com "inconvenientes" da estação, formou-se a polêmica de que se estaria atendendo a esse grupo. A Companhia do Metropolitano de São Paulo diz considerar absurda a hipótese e afirma que a decisão é técnica.

No final da noite da quinta-feira, o ex-presidente Lula decidiu comentar rapidamente o tema depois de uma homenagem recebida no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo, ABC Paulista.

"Eu acho um absurdo porque isso demonstra um preconceito enorme contra o povo que anda de transporte coletivo neste país", declarou.

Fonte: DCI

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960