Novo Sistema Nacional de Viação em pauta

terça-feira, 24 de novembro de 2009


Aprovado, por unanimidade, pela Comissão de Finanças e Tributação, projeto segue para votação no Congresso Federal

A defesa veemente do diretor-geral do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), Luiz Antonio Pagot, pela aprovação do Novo Sistema Nacional de Viação (SNV), que prevê a multimodalidade e substitui o Plano Nacional de Viação (PNV) que é de 1973, já surtiu efeito.

Ontem foi aprovado, por unanimidade, na Comissão de Finanças e Tributação da Câmara dos Deputados o parecer favorável do Relator, Deputado André Vargas. Agora o projeto irá para votação em Plenário do Congresso Federal.

O SNV será constituído pelos Sistemas de Viação da União, dos Estados, Distrito Federal e Municípios e compreende as malhas rodoviária, ferroviária, hidroviária e aeroportos. O projeto irá dotar a rede de transportes do País de um perfil mais eficiente, dinâmico e econômico.

“O PNV é fundamental para o bom planejamento dos investimentos federais no setor de transporte. As obras do PAC têm um efeito importantíssimo para a nação, pois oferecem um novo ambiente socioeconômico para a população. Mas para alcançarmos a infraestrutura adequada a este acelerado processo de desenvolvimento precisamos modernizar e atualizar esse plano, o que acontecerá quando o SNV for implantado”, explicou Pagot.

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960