No Recife, Oito linhas da zona leste passam a ser integradas com o BRT

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017

Cerca de 27 mil usuários que utilizam diariamente oito linhas que trafegam pela Avenida Caxangá devem ficar atentos quanto à mudança na operação dessas linhas. A partir dos dias 4 e 11 de fevereiro, elas começarão a realizar integração temporal com o Corredor Leste/Oeste do BRT. As linhas que atendem os bairros e comunidades de Engenho do Meio, Brasilit, Sítio das Palmeiras, Cordeiro, Roda de Fogo, Torrões, Iputinga e Detran passarão a fazer parte do Sistema Estrutural Integrado (SEI), que possibilita o deslocamento na Região Metropolitana do Recife com o pagamento de apenas uma passagem por trecho. Os primeiros quatro locais já passam pela mudança neste sábado (4), enquanto o restante só será alterado a partir do dia 11.
Foto: Clayton Leal

Na integração temporal, o usuário tem direito a pegar mais de uma linha, no período de até duas horas, pagando o valor de uma, ou um complemento de valor menor, no caso da integração com linhas opcionais. Com isso, é possível circular nos Terminais Integrados e percorrer a Região Metropolitana do Recife sem custo adicional. Atualmente, 64 linhas já fazem parte desse sistema. Para os usuários da Av. Caxangá, após pegar a linha no seu bairro de origem, eles poderão entrar no BRT Leste/Oeste sem a necessidade de pagamento de uma nova passagem. Esses passageiros terão como referência quatro estações do BRT Leste/Oeste – BR-101, Caiara, Parque do Cordeiro e Getúlio Vargas –, mas poderão realizar a integração temporal na estação de seu interesse, dentro do tempo estabelecido. 

Além do benefício da integração temporal e do Sistema Estrutural Integrado, a reconfiguração da rede de linhas terá um impacto positivo na mobilidade, uma vez que causará a retirada de 40 veículos do Centro e de 36 da Avenida Caxangá. Isso será possível devido à redução no itinerário das oito linhas, tornando mais leve o tráfego da área. E com as novas integrações, os usuários também passarão a ter acesso ao Terminal Integrado Recife.

Para que o usuário seja beneficiado com a integração, no entanto, é necessário utilizar o Vale Eletrônico Metropolitano (VEM). Ele pode ser adquirido nas máquinas de autoatendimento das estações de BRT e na sede do VEM da Rua da Soledade, nº 259, Boa Vista. Também foram entregues 2 mil cartões VEM às lideranças comunitárias dos bairros já citados anteriormente, que serão responsáveis pela entrega do VEM aos usuários. Essas unidades serão gratuitas, estando os usuários somente encarregados pela recarga dos créditos. O passageiro que ainda não tiver VEM, quando embarcar em uma das oito linhas, pegará com o cobrador um ticket que dará direito ao recebimento do cartão com a liderança comunitária.

Com o ajuste, as seguintes linhas passarão a integrar o SEI: 413 – Avenida do Forte, 415 – Sítios das Palmeiras, 416 – Roda de Fogo, 421 – Torrões, 422 – Monsenhor Fabrício, 423 – Engenho do Meio, 425 – Barbalho (Detran) e 433 – Brasilit. Para auxiliar os usuários dessas linhas, serão criadas outras três: a linha convencional 2439 – Av. Caxangá (BR-101)/Centro, que terá parada perto das estações de BRT mencionadas, e as linhas de BRT 2443 – Av. Caxangá (BR-101)/Derby e 2441 – Av. Caxangá (BR-101)/Centro, esta última que possibilitará a integração entre os corredores de BRT Norte/Sul e Leste/Oeste, por meio das estações Maurício de Nassau, Istmo do Recife e Forte do Brum. Foram implantadas ainda quatro paradas na Avenida Caxangá e no entorno, para que o usuário possa fazer o deslocamento com facilidade até a estação de BRT. 
Foto: Clayton Leal

Novidade – A grande novidade é que aqueles usuários que quiserem ir à Prefeitura do Recife terão como opção a linha de BRT 2441 – Av. Caxangá (BR-101)/Centro, que realizará atendimentos naquela área, integrando nas estações Maurício de Nassau, Istmo do Recife e Forte do Brum. Para se deslocar até a Avenida Conde da Boa Vista e Avenida Guararapes, o usuário poderá realizar a integração temporal com a 2438 – TI Caxangá (Centro) ou com a linha 2439 – Av. Caxangá (BR-101)/Centro, ambas convencionais. Caso o passageiro esteja na Praça do Derby e queira ficar em um ponto mais próximo da Avenida Cde. da Boa Vista, ele poderá realizar a integração temporal ainda com as linhas 100 – Circular (Cde. da B. Vista/Prefeitura) e 101 – Circular (Cde. da B. Vista/R. do Sol).

Os que têm como destino o entorno da Rua do Príncipe, José Osório, Graças e Madalena poderão integrar com a linha 2460 – TI Camaragibe (Príncipe), que atende a Avenida Caxangá. Já os usuários que vão para a Ilha do Leite terão que se deslocar até o Derby, tendo as seguintes opções: 2439 – Av. Caxangá (BR-101)/Centro, 2441 – Av. Caxangá (BR-101)/Centro, 2443 – Av. Caxangá (BR-101)/Derby e 2438 – TI Caxangá/Centro. Do Derby, o usuário poderá integrar ou com a 100 – Circular (Conde da Boa Vista/Prefeitura) ou com a 101 – Circular (Conde da Boa Vista/Rua do Sol), ambas com parada no Terminal Integrado Joana Bezerra, onde o usuário deverá integrar com a linha 104 – Circular (Imip). 

Saiba mais detalhes sobre cada uma das linhas abaixo:

Dia 4:

413 – Avenida do Forte

A linha passa ser a 2413 – Avenida do Forte/EBRT Getúlio Vargas e terá parada próxima à estação de BRT Getúlio Vargas, na Rua Elizeu Cavalcante, no lado oposto ao número 513, e na Avenida General San Martin, próximo ao Hospital Getúlio Vargas.

415 – Sítio das Palmeiras

A linha passa ser a 2415 – Sítio das Palmeiras/EBRT Getúlio Vargas e terá parada próxima à estação de BRT Getúlio Vargas, na Rua Elizeu Cavalcante, no lado oposto ao número 513, e na Avenida General San Martin, próximo ao Hospital Getúlio Vargas.

423 – Engenho do Meio

A linha passa ser a 2423 – Engenho do Meio/EBRT Caiara e terá parada próxima à estação de BRT Caiara, na Avenida Caxangá, em frente à Igreja Assembleia de Deus.

433 – Brasilit

A linha passa ser a 2433 – Brasilit/EBRT BR-101 e terá parada próxima à estação de BRT BR-101, na Avenida Caxangá, junto ao viaduto da BR-101.

Dia 11:

416 – Roda de Fogo

A linha passa ser a 2416 – Roda de Fogo/EBRT Parque do Cordeiro e terá parada próxima à estação de BRT Parque do Cordeiro, na Avenida Caxangá.

421 – Torrões

A linha passa ser a chamar 2421 – Torrões/EBRT Parque do Cordeiro e terá parada próxima à estação de BRT Parque do Cordeiro, na Avenida Caxangá.

422 – Monsenhor Fabrício

A linha passa ser a 2422 – Monsenhor Fabrício/EBRT Caiara e terá parada próxima à estação de BRT Caiara, na Avenida Caxangá.

425 – Barbalho (Detran)

A linha passa ser a 2425 – Barbalho (Detran)/EBRT BR-101 e terá parada próxima à estação de BRT BR-101, na Avenida Luís de Lacerda. A linha continuará a atender a Avenida Maurício de Nassau em algumas das viagens.

Veja o itinerário das novas linhas:

2439 – Av. Caxangá (BR-101)/Centro – convencional 

Terminal/ponto de retorno: Av. Historiador J. Emerenciano, R. Ministro João Alberto, Av. Caxangá, R. Benfica, Ponte Estácio Coimbra, R. Dr. Severino Pinheiro, Praça do Derby, Av. Gov. C. de Lima Cavalcanti, Av. Cde. da Boa Vista, Ponte Duarte Coelho, Avenida Guararapes, Av. Dantas Barreto, Av. N. Sra. do Carmo, Av. Martins de Barros, Rua 1º de Março, Av. Guararapes

Ponto de retorno/terminal: Av. Guararapes, Av. Cde. da Boa Vista, Av. Gov. C. de Lima Cavalcanti, Praça do Derby, Rua Dr. Severino Pinheiro, Ponte Estácio Coimbra, Rua Benfica, Avenida Caxangá, Avenida Luís de Lacerda, Av. Historiador J. Emerenciano.

2441 – Av. Caxangá (BR-101)/Centro – BRT 

Terminal/ponto de retorno: Av. Historiador J. Emerenciano, R. Ministro João Alberto, Av. Caxangá, R. Benfica, Ponte Estácio Coimbra, R. Dr. Severino Pinheiro, Praça do Derby, Av. Gov. C. de Lima Cavalcanti, Av. Conde da Boa Vista, Ponte Duarte Coelho, Avenida Guararapes, Avenida Dantas Barreto, Avenida Nossa Senhora do Carmo, Avenida Martins de Barros, Rua 1º de Março, Av. Guararapes

Ponto de retorno/terminal: Av. Guararapes, Av. Conde da Boa Vista, Av. Gov. C. de L. Cavalcanti, Praça do Derby, Rua Dr. Severino Pinheiro, Ponte Estácio Coimbra, Rua Benfica, Avenida Caxangá, Avenida Luís de Lacerda, Av. Historiador J. Emerenciano.

2443 – Av. Caxangá (BR-101)/Derby – BRT 

Terminal/ponto de retorno: Av. Historiador J. Emerenciano, R. Ministro João Alberto, Av. Caxangá, R. Benfica, Ponte Estácio Coimbra, R. Dr. Severino Pinheiro, Praça do Derby

Ponto de retorno/terminal: Praça do Derby, Av. Gov. Agamenon Magalhães (pista local), Rua Amauri de Medeiros, Rua Jenner de Sousa, Rua Dr. Severino Pinheiro, Ponte Estácio Coimbra, Rua Benfica, Avenida Caxangá, Avenida Luís de Lacerda, Av. Historiador J. Emerenciano.

Informações: GRCT

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960