No Rio, Tarifa do Bilhete Único Intermunicipal fica mais cara nesta segunda

terça-feira, 3 de janeiro de 2017

A tarifa do Bilhete Único intermunicipal ficou mais cara em 2017, no Rio de Janeiro. A partir desta segunda-feira (2), o deslocamento entre os municípios vai ficar mais caro 23%. Alguns descontos de integração serão mantidos.

Para quem recebe menos de R$3 mil, o valor passa de R$ 6,50 para R$ 8. O desconto na integração entre o BRT e Metrô será mantido; R$7. A tarifa social das barcas também será mantida a R$4,10, independente do salário do trabalhador.

O defensor Público, Eduardo Chow afirmou, em entrevista ao Bom Dia Rio desta segunda (2), que uma ação civil pública e um projeto de lei questionam o direcionamento do valor acumulado no Bilhete Único. Segundo estimativas, os R$ 90 milhões acumulados como resíduos nos cartões, estavam sendo repassados para os empresários de ônibus. A ideia dos projetos é que os valores retornem aos bolsos dos trabalhadores.

A Defensoria Pública conseguiu bloquear o valor judicialmente e o projeto de lei foi aprovado pela Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), mas o governador vetou o projeto, que voltará à pauta após o recesso parlamentar.

Informações: G1 Rio

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960