Em SP, Idosos acima de 60 anos voltarão a pagar passagens de ônibus e metrô

terça-feira, 3 de janeiro de 2017

A Concessão de gratuidades aos idosos entre 60 a 64 anos será interrompida pelo novo Prefeito João Dória e Governador Geraldo Alckmim, uma reversão que foi concedida em julho de 2014 pelo próprio Alckmim e pelo antigo prefeito Haddad.

O Estatuto do Idoso, Lei Federal, obriga a concessão de gratuidades somente a todos os maiores de 65 anos, mas faculta aos governos locais a extensão do passe livre a quem tem mais de 60 anos.

A revisão das gratuidades tem o objetivo de manter a tarifa de ônibus congelada nos atuais R$ 3,80.

Somando idosos, deficientes e estudantes de baixa renda, há atualmente cerca de 2,1milhoes de pessoas com o benefício da capital paulista.

A extensão do benefício do passe livre para idosos acima de 60 anos fez com que o número de gratuidades  para essa categoria mais que dobrasse em dois anos no metrô.

O corte de gratuidade para idosos com idades entre 60 e 64 anos, que não estejam aposentados, também vai impactar uma parcela dos usuários do sistema, mas ainda não foi divulgado o número de benefícios que serão cancelados. Durante a gestão Haddad, o benefício obrigatório para maiores de 65 anos foi estendido para pessoas a partir de 60 anos.

Blog Meu Transporte

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960