Em SP, Crescem multas por invasão a corredor e faixa de ônibus

terça-feira, 22 de novembro de 2016

O número de multas por invasão de faixa ou corredor de ônibus mais que dobrou em agosto deste ano em comparação com o mesmo mês do ano passado, segundo dados do site Painel Mobilidade Segura, da Prefeitura de São Paulo, da gestão Fernando Haddad (PT).

Em agosto de 2015 houve 60.081 infrações, contra 123.193 aplicadas em agosto de 2016, alta de 105%.

Se considerar as multas registradas apenas por radar, excluindo as aplicadas pelos agentes de trânsito, o aumento foi ainda maior: 148%.

Resposta

A CET (Companhia de Engenharia de Tráfego), órgão da gestão do prefeito Fernando Haddad (PT), atribuiu o aumento do número de multas por invasão a faixa ou corredor de ônibus, em agosto deste ano em comparação ao mesmo mês do ano passado, ao desrespeito dos motoristas à legislação de trânsito.

A companhia não respondeu o questionamento feito pela reportagem sobre o número de radares que flagravam esse tipo de infração em agosto do ano passado e em agosto deste ano.

Sem essa informação, não é possível dizer que o crescimento de multas está relacionado ao aumento do número de radares instalados na cidade.

A companhia informou apenas o número de radares em funcionamento atualmente. Segundo a CET, em outubro deste ano a capital tinha 870 radares em operação, distribuídos por 973 locais de fiscalização eletrônica.

Informações: Agora SP
READ MORE - Em SP, Crescem multas por invasão a corredor e faixa de ônibus

Técnicos discutem impacto da implantação do BRT em Teresina

domingo, 20 de novembro de 2016

Os impactos da implementação do sistema de BRT (Bus Rapid Transit) foram apresentados, na manhã desta sexta-feira (18), aos técnicos da Prefeitura de Teresina. A apresentação é resultado da dissertação de mestrado da arquiteta da Secretaria Municipal de Planejamento e Coordenação (Semplan), Gabriela Uchoa, mestra pelo University College London.

Intitulado de “Análise de Investimento em Transporte por meio de Modelos de Interação Espacial em Teresina: Avaliação de Impactos de Implementação de BRT”, a dissertação analisou a implantação do novo sistema a partir de três indicadores: social, ambiental e econômico. A partir deles, foram respondidos questionamentos como a melhoria da acessibilidade, aumento do uso de transporte público e quais zonas teriam um melhor desenvolvimento econômico. 

“O novo sistema seria benéfico para Teresina e teria um desempenho satisfatório. Isso porque, como o novo sistema, mais pessoas passariam a usar transporte público, trocando o carro particular pelo BRT, e também haveria um crescimento econômico no entorno dos corredores”, afirma Gabriela Uchoa. 

Ela lembra que só a melhoria no sistema de transporte não seria suficiente. “Ela deve vir acompanhada de medidas de planejamento urbano, como o tratamento do entorno dos corredores, acesso a moradia em zonas beneficiadas e zoneamento complementar de atividades fora da área central”, pondera. 

Outro ponto destacado é o custo da implantação do BRT, que é menor em relação a outros transportes públicos, como o metro. “O custo de implantação da estrutura do BRT é menor do que os dos demais. Em comparação ao do metro, por exemplo, é dez vezes menor”, comenta Gabriela. 

Em Teresina, estão sendo investidos mais de R$ 320 milhões para implantação do novo sistema. Ao todo, serão oito terminais de integração e corredores de vias exclusivas em 12 avenidas e em algumas ruas que fazem a ligação entre os bairros e o centro da capital piauiense.

“O trabalho de mestrado da Gabriela mostra as vantagens do sistema de BRT e apresenta pontos que podemos melhorar para evitar problemas a médio prazo”, afirma o secretário Municipal de Planejamento e Coordenação, Washington Bonfim. “A intenção é que, com o BRT, mais pessoas possam usar o sistema público de transporte. Com isso, o retorno para a população e para cidade será muito maior”, finaliza. 

O BRT (Bus Rapid Transit) é um sistema de transporte coletivo de passageiros que proporciona mobilidade urbana rápida, confortável, segura e eficiente por meio de infraestrutura segregada com prioridade de ultrapassagem, operação rápida e frequente. O sistema é usado em cidades como São Paulo e Curitiba.

Informações: Cidade Verde
READ MORE - Técnicos discutem impacto da implantação do BRT em Teresina

Metrô de SP prorroga campanha por moedas até dezembro

quinta-feira, 17 de novembro de 2016

O Metrô de São Paulo continua com falta de troco e anunciou nesta quarta-feira (16) que a campanha para que os passageiros troquem moedas por cédulas ou passagens vai até o dia 23 de dezembro. Anteriormente, a empresa havia anunciado que a campanha iria ate o dia 8 de novembro.

Durante a campanha, quem quiser colaborar pode depositar moedas em uma das máquinas "cata-moedas", que ficam nas estações de segunda a sábado, das 9h às 17h.

A máquina calcula o valor e imprime um cupom com data de vencimento no verso. O cupom deve ser apresentado na bilheteria e trocado por cédulas ou bilhetes.

Desde o inicio do ano, funcionários do Metrô relatam falta de troco e passageiros enfrentam filas, já que menos guichês são abertos nestas circunstâncias.

Segundo a Casa da Moeda, o problema é resultado da queda na produção de moedas para economia de verba. Outro motivo seria o fato de que muitas pessoas ainda guardam moedas em casa.

Informações: G1 SP
READ MORE - Metrô de SP prorroga campanha por moedas até dezembro

No Rio, Operação do VLT sofrerá alterações nos próximos dias

O Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) vai operar de maneira diferente entre os dias 17 e 20 de novembro, devido à necessidade de preparação para a expansão do sistema.

De acordo com a Concessionária do VLT Carioca, que administra o serviço, as paradas Equador, Pereira Reis e Gamboa, que realizam serviço de passageiros no sentido Santos Dumont, estarão fora de operação de 8h às 17h. Os usuários que embarcam ou desembarcam nesses locais devem se dirigir às paradas Rodoviária, Santo Cristo ou Cidade do Samba.

Para minimizar os impactos aos usuários durante esse período, os trens farão serviço em via única entre Parada dos Parada dos Navios e Rodoviária nos horários de intervenção, tanto no sentido Rodoviária quanto Santos Dumont. Por conta da operação, intervalos poderão ser maiores no trecho e horário das atividades.

Após às 17h, o serviço será normalizado em todas as paradas, com os devidos ajustes na circulação e nos intervalos. Segundo a concessionária, ao longo de todo o período, avisos serão veiculados nas redes sociais do VLT e no mobiliário urbano das paradas. Agentes também estarão disponíveis para informar os usuários nos trens e locais de embarque. 

Informações: O Globo
READ MORE - No Rio, Operação do VLT sofrerá alterações nos próximos dias

Natal receberá sua quarta composição de VLT

A Superintendência de Trens Urbanos de Natal, realizará nesta sexta-feira (18) às 11h30, solenidade de recebimento da quarta composição de Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT). A ocasião contará com a presença do Ministro das Cidades – Bruno Araújo, do Diretor Presidente da CBTU – José Marques, do Presidente do Conselho Administrativo da CBTU – Joaquim Francisco, do Superintendente da CBTU NATAL – Leonardo Diniz, empregados e demais autoridades convidadas.

A solenidade ocorrerá na sede da CBTU, localizada na Praça Augusto Severo, 302 – Ribeira (Estação Central de Natal).

Na ocasião, além da apresentação do novo veículo aos presentes e à imprensa, serão anunciadas as ações previstas para os próximos meses, dentro do projeto de modernização do sistema ferroviário da Região Metropolitana de Natal.

Informações: Portal N10
READ MORE - Natal receberá sua quarta composição de VLT

Função de cobrador no transporte coletivo de Manaus pode ser extinta

Um projeto experimental para tentar reduzir o alto índice de assaltos aos coletivos está entre as propostas anunciadas pela Secretaria de Segurança do Amazonas (SSP-AM) em conjunto com o Ministério Público do Estado (MPE-AM). Caso o projeto seja colocado em prática, será abolido o uso de dinheiro para o pagamento de passagens, ou seja, as linhas de ônibus irão circular possivelmente sem cobrador. A ideia é evitar o acúmulo de dinheiro e inibir a ação dos bandidos.

Após o anúncio da proposta, usuários reclamaram que a falta de dinheiro no caixa dos coletivos não vai melhorar a segurança. Usuária da linha 427, a aposentada Cândida da Silva Góes, 63, faz o mesmo percurso há 15 anos e, apesar de nunca ter sofrido investida direta de criminosos, acredita que a segurança do passageiro pode até piorar. “Não acho que sem os cobradores irá resolver a situação, muito pelo contrário. Agora os criminosos vão direto nos passageiros”, afirmou.

Se para os usuários a situação de insegurança não mudará, para o cobrador de uma das empresas de transporte coletivo, que atua há dez anos na função, a medida também é ineficaz. “Assaltos existem em todo lugar, a ausência do cobrador só deve permanecer se der lucro às empresas”, comentou o cobrador, que preferiu não se identificar.

Caso a proposta venha a ser estabelecida, aproximadamente  1,2 mil cobradores de ônibus  podem perder seus respectivos empregos ou serem remanejados para outras funções. A administradora de linha do Expresso Coroado, Silvia Elene, destaca que a medida sugerida já é existente em muitos Estados e, nem por isso, coibiram os assaltos. “Há duas semanas fomos assaltados aqui na estação de ônibus, levaram a renda e nossos celulares, o que vai acontecer é que parte dos cobradores pode ficar desempregados e os assaltos vão continuar porque  os bandidos não levam só a renda, mas os pertences dos passageiros”, disse.

A usuária Luciana Lima, 29, que será mais uma medida sem eficácia. Ela lembrou das câmeras existentes em parte dos ônibus sem funcionalidade. “É inaceitável os investimentos que fizeram e elas não funcionam”.

A capital amazonense possui legislação própria sobre o monitoramento da frota por meio de câmeras e DVR veicular, recurso capaz de gravar as imagens captadas no veículo. A lei municipal 789, de 2004, obriga a instalação de câmeras de segurança no interior dos ônibus que circulam por Manaus. Se a empresa for flagrada descumprindo tal demanda, recebe uma advertência.

Dez assaltos por dia

Entre janeiro a outubro, as 10 empresas de transporte coletivo de Manaus registraram 2.767 assaltos, uma média de dez ocorrências por dia. O prejuízo chega a mais de R$ 804 mil. No mesmo período do ano passado, foram registrados 2.203 assaltos, segundo dados do Sinetram.

Por Naférson Cruz
Informações: A Critica 
READ MORE - Função de cobrador no transporte coletivo de Manaus pode ser extinta

Estado pode arrecadar R$ 150 milhões com venda de vagões do VLT de Cuiabá

As obras do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) que ligarão Cuiabá a Várzea Grande poderão ganhar um aporte de aproximadamente R$ 150 milhões. É que das 40 composições que foram compradas para a operação do sistema, apenas 32 são necessárias, segundo um relatório feito pela KPMG Consultoria.

A informação foi revelada pelo presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) das Obras da Copa do Mundo em Mato Grosso, deputado Oscar Bezerra (PSB). Segundo ele, uma cidade brasileira estaria interessada na compra dos vagões em excesso, o que viabilizaria uma das etapas da obra.

“Foram comprados vagões a mais do que o necessário e tem uma cidade que já tem interesse na compra destas composições. Isso injetaria um montante financeiro de R$ 150 milhões já no caixa da Secretaria de Cidades, já para a reativação do processo de reconstrução do modal, além do que já existe e do que o governo terá que aportar. Automaticamente, vamos concluir pelo menos esta etapa entre Várzea Grande e o CPA, deixando a etapa da Fernando Correa para uma segunda fase”, afirmou Oscar Bezerra.

Para o parlamentar, o negócio deve ser tratado como prioridade. Ele lamenta a atual situação em que se encontram as composições, atualmente paradas em uma área destinada ao futuro centro de controle e manutenção, em Várzea Grande. Os vagões estão no local há três anos e nunca transportaram um passageiro sequer.

“Se sair este negócio, é possível sim, porque se não, infelizmente em um ano ou dois vamos transformar R$ 500 milhões em sucata. Ficar no tempo, com sol, chuva e bicho, colocaria isso num prejuízo sem tamanho. É obrigação fazer isto rodar e dar essa condição para Cuiabá poder ter este modal funcionando e a população, que pagou esta conta, ter a oportunidade de utilizar o VLT”, completou. 

Informações: Folhamax
READ MORE - Estado pode arrecadar R$ 150 milhões com venda de vagões do VLT de Cuiabá

Reajuste na tarifa de ônibus em Manaus será decidido nesta quarta-feira

terça-feira, 15 de novembro de 2016

O Superior Tribunal de Justiça vai julgar, na próxima quarta-feira, o recurso impetrado pelo Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Amazonas (Sinetram) contra liminar da desembargadora Encarnação das Graças Sampaio, que suspendeu o reajuste da tarifa do transporte coletivo em Manaus em abril deste ano.

À época, o Sinetram tinha em mãos uma decisão do desembargador Ari Moutinho permitindo o reajuste para R$ 3,54. No entanto, a liminar impediu o reajuste, que se arrasta em uma longa briga judicial desde então.  Em setembro, cinco dias antes da eleição do primeiro turno, o próprio STJ decidiu favoravelmente, em caráter liminar, ao reajuste, mas na ocasião  o Sinetram optou por aguardar o julgamento do mérito para majorar a tarifa.

Mesmo em caso de sucesso no recurso, que tem a relatoria da presidente do STJ, Laurita Vaz, a tarifa ainda não deve aumentar. É  o que afirma o assessor jurídico do Sinetram, Fernando Borges. Segundo ele, ainda há uma outra liminar impedindo o aumento em fase recursal,  e somente após o julgamento do mérito nas duas causas é que haverá uma posição definitiva.

O julgamento acontece mesmo dia que os rodoviários de Manaus prometem uma greve-geral, cobrando a assinatura do dissídio coletivo. O Sinetram recorreu da greve e aguarda uma decisão do Tribunal Regional do Trabalho sobre o caso.  

Informações: A Critica
READ MORE - Reajuste na tarifa de ônibus em Manaus será decidido nesta quarta-feira

Governo do Pará apresenta projeto do BRT Metropolitano

sexta-feira, 11 de novembro de 2016

O Governo do Pará apresentou na quinta-feira (10) o projeto do BRT Metropolitano, sistema de transporte que vai ligar o Entroncamento de Belém ao município de Marituba, na região metropolitana, por meio de terminais de integração e uma via expressa de ônibus nos primeiros 16km da rodovia BR-316. O trecho da rodovia passa a ser gerenciado pelo estado após ser cedido pelo Governo Federal na quarta-feira (9), durante reunião entre o presidente Michel Temer e o governador Simão Jatene.

De acordo com o projeto do BRT Metropolitano, o trecho e as áreas do entorno vão receber a construção de duas pintas exclusivas para os ônibus expressos, dois terminais de integração, 26 estações do BRT, 13 passarelas para travessia de pedestres e um viaduto, além de 20km de ciclovias e calçadas e obras de drenagem e pavimentação. A obra está orçada no valor de R$ 530 milhões.

"Significa não apenas implantar um corredor de transporte, no sentido de uma nova linha, como alguns podem imaginar. Significa reconstruir a BR-316 nesse trecho, transformar a rodovia, hoje é cheia de problemas que todo mundo conhece, em uma grande avenida", disse o Governador Simão Jatene, durante a coletiva de imprensa que apresentou o projeto.

O ponto inicial do novo sistema será o Terminal Marituba, localizado no km 10,7 da Rodovia BR-316, próximo à Alça Viária. O terminal permitirá a integração das linhas que vêm de Marituba. Em Ananindeua, o terminal será localizado no km 6,5 da Rodovia BR-316, em frente à sede Campestre da AABB, principal ponto de integração das linhas de Ananindeua ao sistema.

Segundo o Governo do Estado, as próximas etapas para a implementação do BRT Metropolitano consistem na abertura de licitação, que deve ocorrer nos próximos meses, no cumprimento de prazos legais e início das obras, previstas para meados de 2017, com previsão de duração de 20 meses.

O novo trecho se integra ao sistema BRT de Belém, em fase de obras com a implementação de estações na avenida Almirante Barroso. Na avenida Augusto Montenegro, 80% da pista de concreto da via expressa já está concluída, segundo a Prefeitura de Belém. Além das duas avenidas, o sistema BRT de Belém prevê a integração da Avenida Centenário até a Doca, incluindo um binário entre as avenidas Senador Lemos e Pedro Álvares Cabral, além do BRT centro, de São Brás ao centro da cidade, e do BRT Icoaraci, da entr11:00 11/11/2016ada do bairro da Agulha à orla do distrito.

Informações: G1 PA
READ MORE - Governo do Pará apresenta projeto do BRT Metropolitano

Recife, Salvador e Maceió sem ônibus na manhã dessa sexta-feira 11

quinta-feira, 10 de novembro de 2016

Rodoviários de várias cidades brasileiras decidiram aderir à paralisação nacional marcada para esta sexta-feira (11). No entanto, o horário para o início da paralisação e a duração do ato não foram definidos unificadamente. O ato faz parte de uma greve geral dos sindicatos de várias categorias, em protesto contra a PEC 241, marcada para acontecer amanhã em todo o país.

Em algumas cidades a paralisação começará a partir da meia noite e em outras a partir das 04h da manhã.

Os ônibus que circulam na região metropolitana de Salvador, Maceió e Recife confirmaram a adesão à paralisação. De acordo com o sindicato, toda a frota de ônibus deixará de circular das 4h às 8h da manhã desta sexta-feira (11). O transporte deve ser regularizado a partir das 8h, quando os veículos começarão a sair das garagens.

Blog Meu Transporte
READ MORE - Recife, Salvador e Maceió sem ônibus na manhã dessa sexta-feira 11

No Recife, Motoristas paralisam operações de BRTs por mais segurança

terça-feira, 8 de novembro de 2016

Motoristas e cobradores de ônibus impediram a entrada e a saída dos veículos Bus Rapid Transit (BRTs) em quatro terminais integrados localizados na Região Metropolitana do Recife durante a tarde desta terça-feira (8). O ato foi realizado nos terminais Pelópidas Silveira, em Paulista; Igarassu; Abreu e Lima e PE-15, em Olinda. De acordo com passageiros que estavam no local, o protesto foi contra os assaltos frequentes nos veículos.
Foto: Reprodução/TV Globo

Segundo o Grande Recife Consórcio de Transporte, a manifestação iniciada por volta das 14h30 foi finalizada às 17h. O órgão informou, ainda, que a paralisação afetou apenas os ônibus do tipo BRT.

Durante a paralisação, as entradas e saídas dos terminais foram fechadas por motoristas e cobradores. “Alguns passageiros também aproveitaram para protestar contra a insegurança”, conta o auxiliar de escritório Otoniel Nascimento, que estava no Terminal Integrado Pelópidas Silveira no momento do ato. Segundo o passageiro, ônibus convencionais também foram impeditos de sair do local.

Em nota, o comando do 17º Batalhão da Polícia Militar informou que o policiamento na área em questão é de responsabilidade da Patrulha do Bairro, que realiza rondas na região, diuturnamente, contando ainda com o apoio do motopatrulhamento e do Grupo de Apoio Tático Itinerante (GATI). A PM disse que ainda conta com uma dupla no policiamento a pé e reforço em guarnições nos horários de picos no terminal.

Informações: G1 PE
READ MORE - No Recife, Motoristas paralisam operações de BRTs por mais segurança

Trem-bala em construção na China vai chegar a insanos 600 km/h

Um novo trem-bala em construção pela estatal chinesa The China Railway Rolling Stock Corporation (CRRC) promete levar o transporte público a um nível completamente diferente no território do país. Isso porque o veículo será um maglev (os famosos trens movidos em trilhos magnéticos) capaz de se deslocar a velocidades máximas de 600 km/h – quase duas vezes a velocidade dos veículos do gênero disponíveis por lá.

Segundo o site China Daily, os novos maglevs estariam atualmente sendo preparados para testes pela companhia (que é a maior do ramo em todo o mundo, vale notar). Obviamente, com um veículo tão rápido, não deve ser surpresa descobrir que a pista necessária para a viagem dos testes terá “modestos” 5 km de comprimento, quando estiver pronta.

Ainda mais projetos na manga
Achou que esse era o único veículo em desenvolvimento pela CRRC? Nem pensar. Junto disso, a empresa também está fazendo testes com um maglev um pouco mais lento, com velocidade máxima de apenas 200 km/h. Este vem com o objetivo de trazer novos padrões domésticos de tecnologias e sistemas da nova geração de trens maglev.

Outro dos projetos em desenvolvimento pela empresa, vale notar, é o de trens de alta velocidade trans-continentais com velocidades de até 400 km/h, mas que também podem alternar entre diferentes vias do trajeto.

É claro que isso, no fim das contas, dificilmente vai afetar nossas vidas em território brasileiro, onde a tecnologia maglev não é mais do que um sonho. Mas convenhamos que isso nos dá esperanças de que, no futuro, o transporte público ao redor do mundo se torne rápido e eficiente assim.

Informações: Tecmundo
READ MORE - Trem-bala em construção na China vai chegar a insanos 600 km/h

Estudo mapeia uso do transporte público nas cidades

Parece ser inevitável que as grandes cidades caminhem na direção de estruturar a mobilidade urbana com foco no transporte público. E uma boa maneira de estimar a acessibilidade ao transporte de massa é conhecer o número de pessoas que moram ou deveriam morar a distâncias inferiores a mil metros de conexões com transporte rápido de qualidade.

Em função disso, foi criado o índice PNT (People Near Transit). O indicador poderá ajudar os planejadores a visualizar onde novas linhas de transporte devem ser implantadas, monitorar a evolução e o comportamento das linhas existentes, além de ser um parâmetro de comparação entre cidades.

O desenvolvimento do PNT permitiu importantes descobertas acerca da correlação entre crescimento urbano e acessibilidade ao transporte.

Uma delas diz respeito à comparação entre o município e sua região metropolitana. Nesta última, existe uma queda significativa na acessibilidade ao transporte, na média aproximada de quase metade quando comparada ao município. Isso indica que a expansão urbana está ocorrendo com velocidade maior que o necessário investimento em transporte.

O ITDP (Institute for Transportation and Development Policy) acaba de publicar um estudo comparativo, e também de avaliação, dos PNT de 26 cidades e suas respectivas regiões metropolitanas. Entre elas, estão as brasileiras São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília e Belo Horizonte, além de Paris, Londres, Nova York, Seul, Beijing, Jacarta, Buenos Aires e Joanesburgo, permitindo, assim, alcançar uma visão global dessa questão.

Segundo o estudo, a cidade com o maior percentual de pessoas localizadas a menos de mil metros das conexões com transporte de massa é Paris, com 100%, seguida por Barcelona (99%), Madrid (92%) e Londres (91%).

Das cidades brasileiras pesquisadas, Rio de Janeiro apresentou 47%, Belo Horizonte 28%, São Paulo 25% e Brasília 17%.

Cabe destacar que entre as cidades sul-americanas pesquisadas, Quito e Buenos Aires apresentaram 41% e 65%, respectivamente.

Esses resultados nos permitem avaliar as condições de acessibilidade ao transporte de massa nas cidades brasileiras, em comparação com o mundo inteiro, ficando clara a distância de parâmetros razoáveis, mostrando que há muito a fazer nesse sentido.

Outra conclusão importante do estudo foi a correlação entre os maiores percentuais de PNT e as cidades com maiores densidades populacionais. Embora essa tendência não seja completamente linear, esse efeito é especialmente notado nos extremos.

Interessante notar que, nos países mais desenvolvidos, a diferença dos percentuais de PNT entre o município e sua região metropolitana é maior do que nos países em desenvolvimento. Os dados também mostram que existem mais pessoas vivendo nas regiões metropolitanas do que no município central e, portanto, os moradores do entorno das grandes cidades convivem com maior deficiência de acessibilidade ao transporte de massa.

O estudo avaliou ainda, nas cidades brasileiras pesquisadas, a relação entre PNT e renda, demonstrando que as pessoas com menor renda têm menos acesso ao transporte de massa. Nas regiões onde a renda das pessoas é superior a quatro salários mínimos, o PNT é, em média, três vezes superior ao das regiões onde a renda é igual ou inferior a um salário mínimo.

Enfim, temos ao nosso alcance um relevante indicador de acessibilidade ao transporte de massa, que pode ser usado como importante meio de aferir a equidade social, no que tange à mobilidade. 

Informações: Folha de SP
READ MORE - Estudo mapeia uso do transporte público nas cidades

Ônibus de Campinas iniciam sistema de biometria facial para evitar fraudes

sábado, 5 de novembro de 2016

Os ônibus de Campinas (SP) começaram a usar neste sábado (5) o sistema de identificação por biometria facial. Com este recurso, será possível verificar se a pessoa que apresentou o Bilhete Único nas categorias gratuito, idoso, escolar e universitário é realmente o titular do cartão.

A medida visa combater fraudes. De acordo com estimativa da Secretaria de Transportes, cerca de 20% dos 155 mil usuários que têm algum benefício utilizam o cartão de forma indevida.

Fotografias
A nova tecnologia vai coletar e armazenar fotografias do usuário quando ele passar o Bilhete Único no validador. Com isso, as imagens serão comparadas com a foto usada para cadastro na Associação das Empresas de Transporte Urbano de Campinas (Transurc).

“Há um software que seleciona aqueles casos em que a quantidade de pontos nas fotos tiradas não correspondem a foto no cadastro”, afirma o Secretário de Transportes, Carlos José Barreiro.

Ele mencionou que os casos selecionados serão avaliados por uma auditoria e, se houver infração, o portador do cartão terá de prestar esclarecimentos. As penalidades variam de advertências ao cancelamento do cartão por seis meses, conforme o número de reincidências.

Contra fraudes
Para a aposentada Quitéria Rodrigues, a identificação é importante para evitar abusos. “O meu [cartão] é passe livre. Eu acho certo, porque já não deixo ninguém pegar meu cartão. Tem muita gente abusando do direito das outras pessoas”, avalia a aposentada.

A novidade, para o aposentado Nildo Martins, deve acabar com as fraudes na cidade. “É interessante, porque eu vejo muita gente que dá o cartão para a mulher, para o filho passar. Agora não tem como, porque você passou o cartão e já está aparecendo você lá”, explica.

Para o secretário de Transportes, o uso inadequado do benefício deve ser flagrado com frequência por causa da mudança, mas em seguida deve diminuir. “Esse número rapidamente deve declinar, porque as pessoas vão perceber que aquele esquema que usavam, e dava certo, não vai mais ser possível, porque ele vai ser penalizado pelo uso incorreto”, explica.

Segundo a Prefeitura, 97% da frota terá implantação do sistema neste primeiro momento. O restante, correspondente a 40 coletivos do sistema alternativo de transporte, deverá receber o equipamento até o fim de novembro. De acordo com o secretário, o vale-transporte e o Bilhete Único Comum podem ser emprestados, pois não lesam o sistema de transportes da cidade.

Informações: Do G1 Campinas e Região
READ MORE - Ônibus de Campinas iniciam sistema de biometria facial para evitar fraudes

SPTrans reforça frota de ônibus para provas do Enem em 59 linhas neste domingo

A SPTrans determinou reforço operacional de frota em 59 linhas de ônibus distribuídas em toda a cidade neste domingo (6), para facilitar o deslocamento dos estudantes que farão o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2016, que acontecerá domingo (6). A empresa não soube informar quantos ônibus a mais serão colocados em circulação.

O sistema municipal de transporte vai operar com 70% da frota total no domingo. Normalmente, aos domingos, o sistema de ônibus opera com 50% da frota total.

Confira abaixo as linhas que terão frota reforçada no domingo

Norte
172K/10 - JD. TREMEMBE - METRÔ TATUAPÉ
172U/10 - CEM. PQ. DOS PINHEIROS – MOÓCA
1206/10 - PQ. VL. MARIA - CORREIO
172R/10 - JAÇANÃ - METRÔ BELÉM
1730/10 - CENTER NORTE – SANTANA
938L/10 - T.T.V.N.CACHOEIRINHA - LAPA
148P/10 - JARDIM PERY - TERM. BARRA FUNDA
1766/10 - JD. CABUÇU - METRÔ SANTANA
2104/10 - METRÔ SANTANA - TERM. PQ. D. PEDRO II
271F/10 - SHOP. CENTER NORTE - METRÔ BELÉM
1758/10 - JD. ANTÁRTICA – METRÔ SANTANA
172N/10 - SHOP. CENTER NORTE – METRÔ BELÉM
1721/10 - VL. SABRINA – METRÔ CARANDIRU
Leste
1722/10 - JD. MARINA – METRÔ TUCURUVI
3301/10 - TERM. SÃO MIGUEL - TERM. PQ. D. PEDRO II
352A/10 - JD. HELENA - TERM. SÃO MATEUS
4210/10 - TERM. CIDADE TIRADENTES - TERM. PQ. D. PEDRO II
4312/10 - JD. MARÍLIA – TERM. PQ. D. PEDRO II
4314/10 - INÁCIO MONTEIRO – TERM. PQ. D. PEDRO II
4312/21 – JD. MARÍLIA – METRÔ BELEM
4314/21 – INÁCIO MONTEIRO – TERM. VL. CARRÃO
3160/10 - TERM. VL. PRUDENTE - TERM. PQ. D. PEDRO II
407R/10 - TERM. VL. CARRÃO – METRÔ BELÉM
407N/10 - TERM. CID. TIRADENTES – METRÔ PENHA
407W/10 - JD. IV CENTENÁRIO – METRÔ CARRÃO
2735/21 - JD. SÃO FRANCISCO – METRÔ PENHA
373M/10 - JD. GUAIRACÁ – SHOP. METRÔ TATUAPÉ
6030/10 - UNISA/CAMPUS 1 - TERM. STO. AMARO
607G/10 - METRÔ CONCEIÇÃO – E. T. ÁGUA ESPRAIADA
5290/10 - DIV. DIADEMA - PCA. JOAO MENDES
Sudeste
475R/10 - JD. SÃO SAVERIO - TERM. PQ. D.PEDRO II
478P/10 - SACOMÃ – POMPEIA
5034/10 - VILA LIVIERO - TERM. SACOMÃ
5110/10 - TERM. SÃO MATEUS - TERM. MERCADO
4032/10 - VILA DAS MERCES – UNIP
Sul
875ª/10 - AEROPORTO – PERDIZES
5111/10 - TERM. STO. AMARO - TERM. PQ. D. PEDRO II
6001/10 - TERM. CAPELINHA – TERM. STO. AMARO
6500/10 - TERM. STO. AMARO – TERM. BANDEIRA
737A/10 - TERM. JD. ÂNGELA – TERM. STO. AMARO
677A/10 - TERM. JD. ÂNGELA – METRÔ ANA ROSA
6291/10 - INOCOOP CAMPO LIMPO – TERM. BANDEIRA
709M/10 - TERM. STO. AMARO – TERM. PINHEIROS
4113/10 - GENTIL DE MOURA - PÇA. DA REPÚBLICA

Oeste
8000/10 - TERMINAL LAPA – PRAÇA RAMOS DE AZEVEDO
8100/10 - TERMINAL PIRITUBA - TERMINAL LAPA
8038/10 - PQ. CONTINENTAL – LAPA
775F/10 - JD. DAS PALMAS - HOSP. DAS CLINICAS
971R/10 - CPTM JARAGUÁ – METRÔ SANTANA
856R/10 - LAPA – SOCORRO
6262/10 - CEASA - TERM. BANDEIRA
775V/10 - RIO PEQUENO - ITAIM BIBI
775N/10 - RIO PEQUENO - METRÔ VL. MADALENA
809U/21 - METRÔ BARRA FUNDA - METRÔ VILA MADALENA
874C/10 - PQ. CONTINENTAL - METRÔ - TRIANON – MASP
809J/10 - JD. COLOMBO - TERM. PINHEIROS
702C/10 - JD. BONFIGLIOLI - METRÔ BELÉM
7458/10 - JD. BOA VISTA - EST. DA LUZ
746V/10 - JD. REBOUÇAS - HOSP. CAMPO LIMPO

Informações: G1 SP
READ MORE - SPTrans reforça frota de ônibus para provas do Enem em 59 linhas neste domingo

Em Fortaleza, Obras do VLT avançam nos trechos 1 e 2

sexta-feira, 4 de novembro de 2016

O avanço das obras de construção do Veículo Leve sobre Trilhos – VLT, ramal Parangaba – Mucuripe, vai gerar a interdição temporária da rua Antônio Fiúza, no bairro Itaoca, a partir da noite desta sexta-feira (4). A via irá receber serviços de drenagem, previstos para serem concluídos em 30 dias.

A obra na via cumprirá mais uma etapa de conclusão dos trabalhos no trecho 2, que fica entre as estações Borges de Melo e Parangaba, e já está em fase de operação experimental entre as estações Montese e Borges de Melo. Nesta fase, o trem circula sem passageiros, de segunda a sexta-feira, das 10 às 11h, realizando quatro viagens por dia. O percurso de 3,6 quilômetros equivale a 70% do trecho 2 do VLT, composto ainda pelas estações Parangaba e Vila União; e 30% de toda a obra do modal. A previsão é que o trecho completo entre em operação assistida, com transporte de passageiros de forma gratuita, até o final de 2016.

Além dos avanços no trecho 2, o trecho 1, que compreende a construção da passagem inferior da avenida Borges de Melo, também dá continuidade aos trabalhos. Para dar início às escavações do túnel, a avenida Borges de Melo, no sentido leste-oeste, será estreitada e terá apenas uma faixa liberada para tráfego a partir do próximo sábado (5).

Desvios de tráfego

Para viabilizar as obras de drenagem, a Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) implantará um novo desvio de tráfego na madrugada de sexta para sábado. A passagem de nível da Rua Antônio Fiúza, no trecho compreendido entre as ruas Elcias Lopes e Júlio Verne, será bloqueada. Agentes do órgão darão suporte operacional à intervenção, que deve durar 30 dias.

Informações: Governo do Ceará
READ MORE - Em Fortaleza, Obras do VLT avançam nos trechos 1 e 2

Mais 83 linhas de ônibus serão integradas ao metrô de Salvador

O metrô de Salvador estará integrado a 83 novas linhas até o fim de novembro. De acordo com a Secretaria Municipal de Mobilidade (Semob), no domingo, 24 linhas já começam a se integrar; no dia 13; mais 21, dia 20;  outras 21 e, para finalizar, no dia 27, mais 17.

Com a integração, o usuário, dentro do período de duas horas, paga uma única tarifa, com valor equivalente à cobrada pelo sistema de ônibus, tendo acesso aos dois modais através do SalvadorCard e cartão do metrô.

A Semob lembra ainda que, em razão de o metrô não fazer parte do programa Domingo é Meia, a integração com desconto não será válida entre os dois modais. Logo, o cidadão que optar pela integração entre ônibus e metrô no domingo vai pagar o valor normal da tarifa.

Vale lembrar que a integração das linhas urbanas com o metrô teve início com dez linhas em janeiro desse ano e, agora, já passam 200 linhas unidas com o metrô, sendo todas as linhas das estações da Lapa e  Pirajá. Confira as linhas:
FASE 1 - 06.11.2016

COD 
LINHA

0209-00
RIBEIRA(C AREIA) - BARROQUINHA

0212-00
RIBEIRA-BARROQUINHA

0233-00
V,BARBOSA - E BROTAS

0301-00
ALTO DO PERU-BARROQUINHA

0303-00
BOA V S CAETANO-NAZARE

0311-00
CAPELINHA-NAZARE

0346-00
BOM JUA-BXA SAPATEIROS

0402-00
CAIXA D'AGUA-BARROQUINHA

0408-00
CURUZU-CONTORNO R2

1106-00
S GONCALO - PITUBA

1106-01
S GONCALO - PITUBA

1118-00
S GONCALO-BARROQUINHA

1219-00
M ESCURA - LAPA

1136-00
NARANDIBA -  H GERAL 

1139-00
NS RESGATE - PITUBA

1139-01
NS RESGATE - PITUBA

0104-00
FAZ GARCIA - MACAUBAS

0106-00
SAÚDE-TORORÓ

0418-00
PAU MIUDO-BARROQUINHA

0424-00
STA MONICA-BARROQUINHA

0506-00
COSME DE FARIAS-BARRA

0515-00
COSME DE FARIAS-  BARROQUINHA

0515-01
COSME DE FARIAS-  BARROQUINHA

0516-00
LUIS ANSELMO-VALE MATATUCIR
FASE 2 - 13.11.2016


1513-00
VALÉRIA-PITUBA

1515-00
CJ PIRAJÁ 1-RIBEIRA

1516-00
VALERIA - BARROQUINHA

1525-00
VALERIA-COMERCIO/C.GRANDE

1538-00
CJ EST PIRAJÁ - PITUBA

1538-01
CJ EST PIRAJÁ - PITUBA

1538-02
CJ EST PIRAJÁ - PITUBA

1208-00
TANCREDO NEVES-S JOAQUIM

1213-00
CONJ ACM-BARROQUINHA

1214-00
ENGOMADEIRA-BARROQUINHA

1216-00
MATA ESCURA-BARROQUINHA

1221-00
SUSSUARANA-BARROQUINHA

1228-00
JD STO INACIO-BARROQUINHA

1232-00
N SUSSUARANA/SUSS-S JOAQUIM

0519-00
BROTAS-FAZ GRANDE DO RETIRO

0519-01
BROTAS-FAZ GRANDE DO RETIRO

0519-02
BROTAS-FAZ GRANDE DO RETIRO

0520-00
COSME DE FARIAS-VALE DOS RIOS

0521-00
BROTAS-COMERCIO R1

0522-00
BROTAS-COMERCIO R2

0524-00
LUIS ANSELMO-PITUBA
FASE 3 - 20.11.2016

1622-00
ALTO DO CABRITO - PITUBA

1644-00
BASE NAVAL/S THOME-PITUBA

1661-00
BASE NAVAL - C GRANDE

H001-00
MASSARANDUBA-CAB

H007-00
PERIPERI - CAB

H010-00
PIRAJÁ(RV)-TERM CAB

H012-00
CAPELINHA-CAB

H029-00
COS DE FARIAS- CAB

H036-00
MIRANTE PERIPERI - CAB

1243-00
ARENOSO/CALCADA-COMERCIO

1317-00
P DA LIMA - BARROQUINHA

1321-00
S MARCOS - BARROQUINHA

1345-00
CAST BRANCO-(BXA SAPAT) BARROQUINHA

1345-01
CAST BRANCO-(BXA SAPAT) BARROQUINHA

0705-00
NORDESTE-BXA DOS SAPATEIROS

0706-00
NORDESTE-JOANES/LOBATO

0710-00
STA CRUZ-AQUIDABA

0717-00
VALE DAS PEDRINHAS-BARROQUINHA

0807-00
FRANÇA - PITUBA

0807-01
FRANÇA - PITUBA

0807-02
FRANÇA - PITUBA
FASE 4 - 27.11.2016

1346-00
EST PIRAJA-ITAPUA

1350-00
S MARCOS-FRANCA

1360-00
N BRASILIA - COMERCIO

1361-00
V LAGOS - comercio

1414-00
B DA MATA - COMERCIO

1417-00
AGUAS CLARAS-CAMPO GRANDE

1441-00
CAJAZ 11-NARANDIBA

1448-00
FAZ GDE - BARROQUINHA

1475-00
ÁGUAS CLARAS - PITUBA

0901-00
BOCA RIO - JOANES/LOBATO

1328-00
EST PIRAJA/EST MUSSURUNGA

1328-01
EST PIRAJA/EST MUSSURUNGA

1328-02
EST PIRAJA/EST MUSSURUNGA

1328-03
EST PIRAJA/EST MUSSURUNGA

H002-00
SIEIRO - CAB

H037-00
IAPI/P. MIÚDO/CAIXA D´ÁGUA/CIDADE NOVA - CAB

H019-00
IAPI/CAIXA D´ÁGUA/CIDADE NOVA - CAB



READ MORE - Mais 83 linhas de ônibus serão integradas ao metrô de Salvador

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960