No Rio, Cinco das seis estações da Linha 4 foram inauguradas neste sábado (30)

domingo, 31 de julho de 2016

Apresentada pelo governo do estado como a maior obra de infraestrutura urbana da América Latina nos últimos anos, a Linha 4 do metrô tem números superlativos. Ela custou R$ 9,7 bilhões. Construída em seis anos, demandou concreto suficiente para construir oito estádios do Maracanã - mais de 665 mil metros cúbicos. Os mais de 1,6 milhão de toneladas de explosivos utilizados nas escavações dos túneis dariam para realizar 152 réveillons de Copacabana.

Tempos de viagem da Linha 4
Com a nova linha, os passageiros poderão se deslocar entre a Pavuna (estação terminal da linha 2) à Barra da Tijuca pagando somente uma passagem. Todo o trajeto tem tempo estimado em 1h20, sendo necessário o transbordo entre as linhas. Já entre a Barra da Tijuca e Ipanema, o tempo de viagem é de apenas 13 minutos.

Jardim Oceânico - Nossa Senhora da Paz (Ipanema): 13 minutos
Jardim Oceânico - Botafogo: 23 minutos
Jardim Oceânico - Carioca (Centro): 34 minutos
Jardim Oceânico - Estácio: 42 minutos
Jardim Oceânico - Uruguai (Tijuca): 50 minutos
Jardim Oceânico - Del Castilho: 1 hora com transbordo
Jardim Oceânico - Pavuna: 1h20 com transbordo

Acessos das novas estações
Jardim Oceânico tem três acessos: na Avenida Armando Lombardi, o acesso Lagoa, na pista sentido Recreio, fica entre a Unimed e a antiga Drogasmil. Já o acesso Mar, no sentido Zona Sul, está próximo à esquina da Rua Fernando de Matos. O terceiro fica na área de conexão da Estação Jardim Oceânico com a TransOeste, para receber os passageiros do sistema BRT.

São Conrado tem três acessos: um na Estrada da Gávea, em frente ao supermercado Extra, outro na Avenida Niemeyer (próximo à Igreja Universal da Rocinha), e o terceiro na Avenida Aquarela do Brasil (onde funcionava a antiga concessionária Itavema).


Antero de Quental, no Leblon, tem dois acessos: um pela Rua General Urquiza e outro pela Avenida Bartolomeu Mitre.

Jardim de Alah, também no Leblon, tem dois acessos: um na esquina da Avenida Borges de Medeiros com a Avenida Ataulfo de Paiva, em frente ao canal do Jardim de Alah, e outro na Ataulfo de Paiva próximo à Rua Almirante Pereira Guimarães.

Nossa Senhora da Paz, em Ipanema, tem dois acessos na praça: um pela Rua Joana Angélica e outro pela Rua Maria Quitéria.

Informações: G1 Rio

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960