China testa “Monotrilho Maglev” monotrilho movidos por motores de ímã permanente

segunda-feira, 30 de maio de 2016

A maior fabricante de trens da China desenvolveu o primeiro monotrilho do país movidos por motores de ímã permanente. A CRRC Qingdao Sifang, informou por meio de um comunicado que foi concluído com êxito a primeira bateria de testes.

Os motores usados permitem economia de 10 por cento no consumo de energia, assim como a redução drástica dos níveis de ruído durante a operação. “O trem vai produzir ainda menos ruído do que um carro, ao mesmo tempo pode correr a 70 km/h”, disse Zhong Yuanmu, um dos idealizadores do projeto. Ele acrescentou que o trem atende aos mais altos padrões de prevenção de incêndios.

Investimentos em transportes ferroviários

Yang Chuantang, ministro dos Transportes, disse que o governo local deve estender o comprimento total dos sistemas de trens metropolitanos da China, dos atuais 3.300 quilômetros para cerca de 6,000 km em 2020.

A cidade de Chongqing possuí a maior rede de monotrilhos em funcionamento, com 90 km de extensão, cujo a Linha 3 bateu a marca de um milhão de viagens por dia.

Na visão da CRRC Qingdao Sifang, cerca de 50 sistemas de monotrilho estão ativos em todo o mundo, e que o meio de transporte pode ser viável por consumir apenas um terço do gasto em trens subterrâneos.

No Brasil, duas linhas estão em execuções, e em suas concepções foram prometidas com a promessa de terem as construções mais rápida com um custo inferior ao do Metrô, no entanto, dificuldades na implantação das obras civis acabaram por atrasarem os projetos.

Informações: Portal ViaTrolebus

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960