Em SP, Velocidade dos ônibus vai de 15 km/h para 17 km/h no pico da tarde

quarta-feira, 6 de abril de 2016

A velocidade dos ônibus de São Paulo aumentou pouco no ano passado em relação a 2014, segundo dados da SPTrans. No pico da manhã, a velocidade média dos coletivos permaneceu em 16 km/h. Já no pico da tarde, o aumento foi de 15 km/h para 17 km/h, ainda longe da meta traçada pelo prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), que estimou que os ônibus alcançariam os 25 km/h de velocidade média.

A Prefeitura tem dificuldade em aumentar a rapidez do transporte coletivo apesar dos investimentos feitos em faixas exclusivas de ônibus. O número de avenidas com esse serviço se multiplicou desde 2013, e atualmente a cidade tem cerca de 503 km de faixas exclusivas.

Um dos motivos que ajudam a explicar a dificuldade que os ônibus enfrentam para ganhar velocidade é o fato de os motoristas de carros invadirem constantemente a faixa de ônibus. A reportagem do Bom Dia São Paulo flagrou vários veículos utilizando as faixas exclusivas.

Enquanto isso, as reclamações dos usuários continuam. A autônoma Eliane Gonçalves afirma perde muito tempo no trânsito para ir e voltar do trabalho. “Eu acho que continua tudo praticamente a mesma coisa, eu não vejo melhora, não. Pequena coisa”, diz.

A invasão das faixas de ônibus é considerada infração gravíssima. Quem recebe a multa tem de pagar R$ 191,54 e leva sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

A SPTrans não comentou a velocidade média no horário de pico. Em nota, a empresa municipal disse que a velocidade média durante o dia foi de acima de 20 km/h. Disse ainda que, desde a implantação das faixas de ônibus, os passageiros economizam até quatro horas por dia.

Informações: G1 SP

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960