Em SP, Linha 15-Prata do monotrilho começa a operar comercialmente

segunda-feira, 10 de agosto de 2015

O monotrilho da Linha 15-Prata começou a operar comercialmente e com horário ampliado na manhã desta segunda-feira (10). Inicialmente, o monotrilho irá funcionar das 7h às 19h em apenas um trecho dos 26,6 km prometidos pelo governo estadual, ligando duas estações.
Foto: Paulo Lopes/Futura Press/Estadão Conteúdo

Os trens percorrem 2,9 km entre o Oratório e a Vila Prudente, onde há integração com a Linha 2-Verde do Metrô. O intervalo de circulação é de seis minutos. É o primeiro monotrilho em operação no país.

A tarifa de R$ 3,50 passa a ser cobrada, com preço igual ao dos bilhetes da CPTM e do Metrô. Durante a fase de testes, que começou em 30 de agosto de 2014, o trecho estava aberto gratuitamente, mas só aos fins de semana, das 10h às 15h.

Por causa da inauguração nesta segunda-feira, as visitas controladas foram suspensas na última quarta-feira (5) para a realização dos últimos ajustes nos equipamentos e sistemas.

Quando estiver completa, ligando o Ipiranga a Cidade Tiradentes, a Linha 15 deve transportar 500 mil pessoas diariamente. Serão 18 estações e 26,6 km de extensão. Os trens do monotrilho trafegam a 15 metros de altura e têm sua operação totalmente automática.

Atrasos
Em 2009, o então governador José Serra (PSDB) disse que a expectativa era que a Linha 15-Prata chegasse da Vila Prudente a São Mateus até 2010, com a expansão até Cidade Tiradentes concluída em 2012.

Depois, em julho de 2013, a entrega do primeiro trecho foi prometida pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB) para janeiro de 2014. Quando o prazo chegou, a abertura foi adiada para março e, finalmente, a operação assistida começou em agosto do ano passado.

Em março deste ano, o secretário Estadual de Transportes, Clodoaldo Pelissioni, afirmou que o desvio do Córrego Mooca, essencial para a construção das próximas três estações da linha, começaria em abril e seria concluído em 15 meses. 

Informações: G1 São Paulo

Leia também sobre:
READ MORE - Em SP, Linha 15-Prata do monotrilho começa a operar comercialmente

Santos realiza estudo inicial para construção de túnel da Zona Noroeste

Os estudos iniciais para construção do túnel entre a Zona Noroeste e o bairro do Marapé em Santos, no litoral de São Paulo, foi concluído pela prefeitura. O plano da administração municipal é que esse estudo seja protocolado no início de 2016 e assim, iniciar licitação para contratar os projetos básico, executivo e de obra.

O projeto prevê a criação de dois túneis. Uma das entradas do túnel será de frente para a Rua Dom Duarte Leopoldo e Silva, no Marapé, e a outra outra ao lado do Conjunto Habitacional dos Estivadores, no bairro São Jorge, próximo à divisa com São Vicente. Atualmente, a ligação entre as partes leste e oeste da Ilha de São Vicente é realizada pelo Centro de Santos ou pela orla da praia. A obra é orçada em R$ 456,3 milhões, sendo R$ 288 solicitados junto a União.

A realização do anteprojeto é uma das exigências do Ministério das Cidades para que a União financie a obra. A Prefeitura de Santos conversa com a Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) para verificar qual deve ser o estudo ambiental adequado para obter as licenças necessárias para a execução da obra.

Nos próximos 15 dias, também será concluído o mesmo trabalho para intervenções necessárias para criação de corredores de ônibus entre Santos e São Vicente.

Informações: G1 Santos

Leia também sobre:
READ MORE - Santos realiza estudo inicial para construção de túnel da Zona Noroeste

Teresina ganha mais 7km de faixa exclusiva para ônibus

A Prefeitura de Teresina vai implantar 7,22 quilômetros de faixa exclusiva para ônibus, que ligará as zonas Sudeste e Leste. A obra está orçada em R$ 6.881.215,20, com recursos próprios da Prefeitura e do Governo Federal, e contempla também a pavimentação e drenagem das vias, bem como sua sinalização vertical e horizontal.
Foto: Valéria Neves
A faixa exclusiva terá início nas proximidades do Terminal de Integração do Parque Itararé, zona Sudeste, passando pelo Terminal do Livramento, também na zona Sudeste de Teresina, e será finalizada próxima ao Terminal do Santa Isabel, na zona Leste da capital.

“O nosso objetivo com a faixa exclusiva é diminuir o tempo de percurso do ônibus, beneficiando a maior parte da população, que são os usuários do transporte público. Terão também paradas de ônibus, o que chamamos de abrigo, por toda a extensão da faixa exclusiva”, explica José João Braga, secretário executivo de Captação de Recursos e Monitoramento da Secretaria Municipal de Planejamento e Coordenação (SEMPLAN).

O edital para abertura das propostas de licitação será lançado no dia quatro de setembro e a previsão para a conclusão da obra é de 10 meses, a contar da assinatura da ordem de serviço. 

Informações: Capital Teresina

READ MORE - Teresina ganha mais 7km de faixa exclusiva para ônibus

Linhas de ônibus da Zona Norte de Porto Alegre sofrem alterações

As linhas de ônibus 704 Humaitá e 704.1 Humaitá / AJ Renner / Dona Teodora terão alterações em suas tabelas horárias e seus itinerários para melhor atendimento aos usuários moradores da zona Norte da Capital. As mudanças estão previstas para esta segunda-feira, 10, com acompanhamento dos fiscais da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) e também dos técnicos de planejamento de transporte.

As modificações em horários e itinerários acontecem em uma ação integrada entre as comunidades envolvidas, com participação dos conselheiros do Orçamento Participativo (OP),  o Centro Administrativo Regional (CAR), Associação de Moradores e a área técnica de transporte da EPTC. “O objetivo é qualificar o atendimento, já que houve um  forte crescimento populacional naquela região, com mais demandas para o transporte coletivo”, afirma Márcio Ramos, da Assessoria Comunitária da EPTC. 

Além de folhetos informativos com as mudanças, que serão distribuídos aos usuários das duas linhas envolvidas, a população pode receber mais informações sobre os novos horários e itinerários pelo fone 156.

Informações: EPTC


READ MORE - Linhas de ônibus da Zona Norte de Porto Alegre sofrem alterações

Novo edital do BRT de Sorocaba ainda não tem data para ser publicado

Após o Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE-SP) liberar a Prefeitura de Sorocaba, na última semana, a marcar uma nova data para apresentação de propostas para o edital do sistema Bus Rapid Transit (BRT) – Ônibus Rápido, a Secretaria de Administração já está analisando as adequações solicitadas pelo TCE e afirmou que elas serão levadas em consideração na elaboração de novo edital, que ainda não tem data para ser publicado.

Em março deste ano, o TCE-SP havia suspendido a licitação internacional para a implantação do BRT após o vereador Marinho Marte (PPS), o advogado Luís Daniel Pelegrine e uma empresa de ônibus, formularem representações denunciando irregularidades no edital. Agora, com a nova decisão, a Prefeitura está liberada para fazer a publicação do texto e reabrir o prazo para receber propostas. O valor estimado na licitação internacional é de mais de R$ 2,3 bilhões.
A implantação do BRT é um dos pontos do Plano Diretor de Transporte Urbano e Mobilidade da cidade, cuja prioridade é o transporte não motorizado e coletivo. A previsão é de que entre 150 mil e 180 mil usuários do transporte coletivo sejam atendidos pelo sistema diariamente e o tempo de viagem terá uma redução da ordem de 20%.

Além disso, para maior rapidez, os BRTs terão pontos de paradas reduzidos, especialmente nas estações em nível, instaladas nos canteiros centrais. O BRT funcionará em conjunto ao modelo atual, permitindo integração aos Terminais Santo Antônio e São Paulo, às seis Áreas de Transferências e a integração temporal entre diferentes linhas com o pagamento de uma única tarifa.

READ MORE - Novo edital do BRT de Sorocaba ainda não tem data para ser publicado

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960