Salvador amanhece sem ônibus nesta quarta-feira; categoria pede segurança

quarta-feira, 16 de dezembro de 2015

A categoria dos Rodoviários realiza um protesto desde as 4h desta quarta-feira (16), em Salvador. Segundo informações do sindicato, os ônibus só irão circular na cidade a partir das 8h, quando deve ser encerrada as assembleias da categoria. Mais de dois mil veículos estão parados.

O vice-presidente do Sindicato dos Rodoviários, Fábio Primo, contou que nenhum veículo deixou a garagam na manhã desta quarta-feira.

Ainda segundo Primo, apenas transporte alternativo irá circular pela capital baiana até as 8h. "Os ônibus permanecem na garagem até o fim das assembleias", reforçou Primo.

De acordo com o sindicato, as assembleias acontecem nas garagens das empresas de ônibus e devem começar por volta das 7h. Entre as principais pautas, os motoristas questionam a falta de segurança. Na segunda-feira (14), um cobrador foi baleado dentro de um ônibus durante um assalto, em Salvador.

Paralisação
Os rodoviários de Salvador decidiram parar as atividades na terça-feira (15), após uma reunião da categoria. Além da segurança, a categoria também pede o pagamento do Programa de Participação nos Lucros (PRL).

Segundo informações do Sindicato dos Rodoviários da Bahia, a PRL é uma conquista da campanha salarial de maio e ficou acertado com os empresários que seria criada uma comissão dos patrões e trabalhadores para definir o modelo de PRL a ser implantado.

O sindicato informou que apresentou os nomes para a comissão e os empresários não. Ainda de acordo com a entidade de classe, em outubro o sindicato mandou ofícios para o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Salvador (Setps), realizaram cinco reuniões, mas que em nenhum momento o patronado colocou na mesa qual seria o lucro e como seria a participação.

Já o Setps informou que vai discutir a participação dos lucros, mas que qualquer situação só pode ser definida depois de 31 de dezembro, após a realização de uma auditoria. Disse ainda não ver a lógica da mobilização.

Por conta da situação, a prefeitura de Salvador informou que vai liberar, na manhã de quarta-feira, o transporte complementar com 300 micro-ônibus. De acordo com o chefe da secretaria de Mobilidade de Salvador (Semob), Fábio Mota, essa ação faz parte do plano de ação para minimizar os efeitos da paralisação parcial dos rodoviários. A secretaria informa ainda que as concessionárias serão autuadas quarta-feira pela interrupção do serviço.

Informações: G1 BA


0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960