Prefeito do Rio anuncia o fechamento de tráfego de novo trecho da Rio Branco

sexta-feira, 18 de dezembro de 2015

O prefeito Eduardo Paes anunciou que, a partir de janeiro, a Avenida Rio Branco será fechada ao tráfego, entre a Nilo Peçanha e Cinelândia, como parte das mudanças na urbanização do Centro e da Zona Portuária. Só poderão passar pedestres e o Veículo Leve sobre Trilhos (VLT). 
Prefeitura do Rio testa o VLT na Zona Portuária (Foto: Marcelo Elizardo/G1)

Os fechamentos programados são feitos para obras do Porto Maravilha e também para a implantação do VLT, que terá 28 km de extensão e ligará a Rodoviária Novo Rio ao Aeroporto Santos Dumont, no Centro. O novo meio de transporte terá integração entre metrô, trem, barcas e aeroporto. Atualmente, somente ônibus e táxis podiam circular pela avenida. Carros de passeio estão  proibidos.

O primeiro VLT já passou por testes no Rio 2015. A conclusão das obras e o início das operações estão previstos para os primeiros seis meses de 2016.

O VLT deve conectar outros modais por meio de seis linhas e 42 estações. A secretaria informou que por meio do novo transporte, os passageiros poderão fazer conexão com outras modalidades de transporte nas interligações com a Rodoviária Novo Rio, Central do Brasil, (trens e metrô), barcas, o Aeroporto Santos Dumont, além de BRT's, linhas de ônibus convencionais e o Teleférico do Morro da Providência.

A prefeitura informou que cada veículo do VLT transportará 420 passageiros e que, com todas as linhas em operação, o sistema transportará até 285 mil passageiros por dia.

A informação foi veiculada com exclusividade no RJTV desta quinta.

Informações: G1 Rio

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960