Greve dos ônibus em Blumenau pode terminar nesta quarta-feira, 30

terça-feira, 29 de dezembro de 2015

Pela primeira vez em 12 dias de greve e tantos mais de impasse no transporte coletivo, empresários e trabalhadores sentaram para conversar, sem intermediação oficial, apenas com a presença de dois observadores externos. A iniciativa teria partido dos proprietários das três empresas do Consórcio Siga, para buscar um acordo a partir da segunda liminar dada nesta segunda-feira, 28, pela Justiça do Trabalho. Pelo que apurei, houve avanços na proposta patronal, mas ainda insuficientes.

Teria sido apresentada para os trabalhadores uma proposta de subir o percentual do bloqueio dos créditos das empresas para 65%, para pagamento exclusivo do salário de dezembro e do vale alimentação. O 13º salário, em atraso desde o dia 15, teria ficado de fora da discussão, com o que o Sindetranscol não concorda. Outras simulações também foram discutidas.

Caso a greve prossiga, e assim a ação da Justiça do Trabalho,  a Prefeitura passará a integrar o processo, como observadora e apoiadora. O Município pediu judicialmente e conseguiu,  ser habilitado para integrar o processo, sem estar nele. Ajudará a Justiça com informações e subsídios, como parte interessada por ser um serviço público, mas ficando de fora das relações trabalhistas.

Informações: Informe Blumenau

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960