Após assembleia, greve de ônibus continua em Blumenau

terça-feira, 22 de dezembro de 2015

Motoristas e cobradores do transporte coletivo das empresas Glória e Verde Vale, em greve há quatro dias em Blumenau, no Vale do Itajaí, decidiram em assembleia na manhã desta terça-feira (22)  pela manutenção da paralisação.

Cerca de 300 trabalhadores fizeram a reunião em frente à prefeitura para votar as propostas de pagamento do 13º salário dos funcionários, em atraso desde sexta (18).

O presidente do Sindicato dos Empregados nas Empresas Permissionárias no Transporte Coletivo Urbano (Sindetranscol), Ari Germer, afirma que os trabalhadores - tanto da Glória quanto da Verde Vale - exigem o pagamento integral da dívida.


À RBS TV, Germer afirmou que o movimento agora busca a adesão dos funcionários da Rodovel, responsável por 30% do transporte do municípios, cujos ônibus estão em circulação desde segunda (21), apesar de algumas interrupções ao meio-dia e no fim da tarde.

Outra assembleia está marcada para a manhã desta quarta-feira no Clube de Caça e Tiro, para definir os rumos do movimento. O horário da reunião ainda não foi definido pelo sindicato.

Proposta
Segundo afirmou à RBS TV o Sindetranscol,  a Verde Vale apresentou uma proposta de parcelamento em quatro vezes, com o primeiro pagamento em 28 de fevereiro. A empresa Glória, por sua vez, propôs a divisão do 13º salário em três partes, com o primeiro pagamento em fim de janeiro.
“Consideramos desrespeitosa a proposta da empresa Glória, uma vez o documento sequer foi assinado, não houve uma oficialização do encaminhamento”, diz o presidente do sindicato.

Notificações
Por meio do Procon, a prefeitura notificou o consórcio Siga, formado pelas três empresas, nesta segunda-feira (21), que administra o transporte coletivo da cidade, para que mantenha 30% do transporte coletivo em horários normais e 70% nos de pico.

O município acionou ainda o Ministério Público do Trabalho para que realize as ações judiciais cabíveis para a manutenção do sistema de ônibus.

À RBS TV, o prefeito de Blumenau, Napoleão Bernardes, afirmou que se trata de uma "última chance" para o consórcio apresentar "um plano de recuperação, um plano que comprove a viabilidade das empresas, essa viabilidade econômica, operacional, para continuar prestando o serviço. E se isso não for devidamente comprovado, não terei dúvidas inclusive de romper o contrato com o consórcio e com as empresas".

Segundo o gestor administrativo e operacional do Consórcio Siga, Valdonir Cesar Perini, até 9h30 desta terça, as notificações da prefeitura e Ministério Público do Trabalho não haviam sido recebidas.

Circulação parcial
Os funcionários da Rodovel, que opera cerca de 30% do transporte do município, aceitaram a proposta da empresa de parcelamento do 13º salário. A empresa fará o pagamento da primeira parte do 13º salário nesta quarta (23), segundo o sindicato.

“A proposta é de uma parcela de R$ 150 para motoristas e R$ 90 para cobradores no dia 23. A segunda parte será paga em 15 de janeiro no mesmo valor para os mesmos profissionais. Depois disso, a cada sexta-feira, uma quantia idêntica será paga até a quitação da dívida”, explicou o presidente do Sindetranscol.

Informações: G1 SC

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960