VLT de São Luis ainda não entrou nos trilhos

sexta-feira, 20 de novembro de 2015

Os carros de VLT comprado em 2012 por 7 milhões pela Prefeitura de São Luís continuam parados em um galpão na cidade. Segundo apuramos as composições,que foram compradas pelo ex prefeito da cidade João Castelo(PSDB),já estão danificas,com sinais de corrosão e provavelmente sem condições de operar.

Pelo projeto o VLT operaria inicialmente na ligação do bairro do Anel Viário com o bairro de Fátima,e depois seriam criadas outras linhas.

Apenas um pequeno trecho da linha com 800 metros,foi construído saindo do fundo do Terminal de Integração da Praia Grande,na Av.Beira-Mar,chegando próximo ao Mercado do Peixe.Os dormentes de concreto da pequena via férrea estão em bom estado,os trilhos,por falta de uso apresentem sinais de ferrugem mais ainda estão em boas condições,no entanto a via apresenta sinais claros de falta de manutenção e limpeza.

Todo sistema de transporte da cidade razoavelmente organizado,é feito por ônibus em boa parte composta por uma frota velha e desgastada,com ônibus que já ultrapassaram a muito a idade limite operacional recomendada,em média de 5,5 anos de uso.O terminal da Praia Grande,onde foi iniciada a construção da linha do VLT,permite a integração fechada entre varias linhas da cidade com boa movimentação de usuários.

Um sistema de VLT se bem planejado e bem projetado,sem duvida que trara para São Luis um grande avanço e uma grande mudança,com uma nova concepção de transportes e mobilidade urbana para a cidade.Por dispor de muitas avenidas largas e extensas,a cidade poderá implantar com certa facilidade um bom sistema de VLT urbano interligando vários pontos da cidade.

Informações: ANPTrilhos

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960