SPTrans estuda pré-embarque em Corredores e Faixas Exclusivas

sexta-feira, 2 de outubro de 2015

Os pontos e paradas de ônibus instaladas nos eixos de corredores e faixas exclusivas podem ganhar serviço de pré-embarque na cidade de São Paulo, de acordo com a São Paulo Transportes – SPTrans.

O estudo está sendo feito após a gerenciadora constatar que a “operação pré-embarque”, instaladas em alguns terminais, reduziu em média 10 minutos o tempo de embarque. O tempo caiu de 12 minutos para um minuto e 10 segundos.

O serviço se assemelha bastante as paradas instaladas em corredores do tipo Bus Rapid Transit (BRT) e Bus Rapid Service (BRS), este último aplicado em faixas exclusivas.

No final do mês de agosto, a empresa já havia divulgado estudava um novo modelo de parada de ônibus visando a integração das linhas. Os pontos podem ser identificados pelas letras A, B, C e D, além da instalação de demarcações nas calçadas para auxiliar os passageiros. O projeto prevê 160 pontos de conexão.

Por que melhora o pré embarque melhora a fluidez

O conceito do pré embarque é dar agilidade ao veículo, sem que o passageiro tenha que aguardar a fila formada antes da catraca, já que o pagamento é feito na própria parada.

Este conceito é aplicado no Expresso Tiradentes, usado no sistema de Curitiba e segue o conceito do sistema metroferroviário. Os passageiros efetuam o pagamento nas paradas, e embarcam através das portas traseiras e centrais do veículo.

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960