Grande Recife fica sem ônibus na manhã desta quarta-feira

terça-feira, 4 de agosto de 2015

A quarta-feira promete repetir o drama vivenciando por cerca de dois milhões de usuários do transporte público na Região Metropolitana na última segunda. A Oposição dos Rodoviários de Pernambuco anunciou a paralisação do sistema entre 4h e 10h. A manifestação será pacífica, de acordo com os organizadores. 

Nesta terça, motoristas, cobradores e fiscais se dividiram entre o protesto programado pelo Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviários de Pernambuco e uma panfletagem articulada pela Oposição na Praça da Independência, conhecida como Praça do Diario, ambos na região central do Recife.

Para Aldo Lima, presidente da Oposição, os atos refletem a insatisfação da categoria com a derrubada do reajuste salarial por parte do Tribunal Superior do Trabalho. "Estamos aqui para apoiar os trabalhadores. A categoria está mobilizada há muito tempo. Desde o dia em que descobrimos que os patrões recorreram da decisam do Tribunal Regional do Trabalho. Nossa luta é legítima", esclareceu o líder do movimento.

De antemão, a Oposição informou que a paralisação será pacífica e deverá acontecer apenas pela manhã. "Vamos protestar sim e a paralisação está programada para acontecer entre 4h e 10h", detalhou. "Agora se houver truculência ou coação por parte dos empresários, vamos fazer novos atos", complementou Aldo Lima.

Nesta terça, o grupo reuniu alguns trabalhadores para entregar uma carta aberta À população explicando os motivos do movimento. No documento, eles denunciaram o sucateamento da frota e o descaso com as condições de trabalho de motoristas, cobradores e fiscais. 

A Oposição dos Rodoviários não tem novas assembleias marcadas e adiantou que vai aguardar o julgamento do recurso pelo TST.
Confira o texto da carta aberta entregue à população na íntegra:

Quem usa transporte público sabe o sufoco que é todos os dias. Ônibus lotados e velhos, com falta de manutenção e de segurança. Isso tudo com o preço das passagens muito alto. Nós, rodoviários, também sofremos. São péssimas as condições de trabalho! Os salários são baixos e recebemos o pior ticket alimentação do Brasil.

Enquanto nós rodoviários e vocês trabalhadores usuários somos tratados com desrespeito... Eles, os mega-empresários dos transportes riem da gente, junto com o Excelentíssimo Senhor Governador que tem o rabo preso com eles, afinal financiaram sua campanha eleitoral. Eles nadam em dinheiro e nós nadamos e nadamos e morremos na praia.

Por que vamos paralisar novamente?

Duas semanas atás fizemos uma greve e conquistamos 12% de reajuste salarial e R$ 300 nos tickets alimentação. Os patrões conseguiram suspender esse aumento com a ajuda de seus amiguinhos de Brasília. Dizem que "não existe dinheiro". Como assim não tem dinheiro? Por que não abrem as contas para a população? Um verdadeiro absurdo!

As paralisações causam muito transtorno para a população, sabemos disso. Mas a culpa não é nossa! Somente através dela podemos mostrar a nossa força para os empresários e para o governo. Eles que são os culpados de tudo isso que está acontecendo.

Muitos nos perguntam porque não abrimos as catracas. Essa medida é ilegal e podemos até ser presos se fizermos isso. Somos pais e mães, trabalhadores como vocês, queremos apenas respeito e salário digno para sustentar nossas famílias.

Agradecemos o apoio que recebemos de toda a população!

É preciso lutar, é possível vencer!

Informações: Diário de Pernambuco

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960