Prefeitura de Fortaleza anuncia a implantação de mais 40 estações do Programa Bicicletar

quinta-feira, 16 de julho de 2015

A Prefeitura de Fortaleza, por meio da Secretaria de Conservação e Serviços Públicos (SCSP), implantará mais 40 estações do Programa de Bicicletas Compartilhadas de Fortaleza, o Bicicletar. O anúncio foi feito nesta quinta-feira (16/7), em coletiva de imprensa no Paço Municipal. As novas estações serão entregues de outubro deste ano a março de 2016. Com isso, a cidade terá o dobro de equipamentos que possui atualmente.

Para o Prefeito Roberto Cláudio, a utilização de bicicletas como meio de transporte envolve uma mudança cultural da população, diminuindo a sensação de insegurança, ampliando a relação com o espaço público, melhorando a saúde e colaborando para a redução das emissões de gases poluentes no meio ambiente. “A bicicleta está se tornando, além de lazer e entretenimento, um modal de transporte. As pessoas vão utilizar a bicicleta para trabalhar. Isso já tem acontecido hoje com o aumento de mais de 75% de ciclovias e ciclofaixas na cidade e com a integração do Bicicletar com o Bilhete Único”, afirmou.

De acordo com levantamento da Prefeitura, a média de viagens em dias úteis (1.850) supera as do fim de semana (1.700). “A ideia é, ao longo dos anos, descentralizar as estações de bicicletas, para que a cidade reduza sua dependência pelo uso de veículos. Se a gente começa a dar alternativa às pessoas de transporte mais seguro, mais cômodo e mais e rápido, a gente vai dar possibilidade delas deixarem seu carro em casa”, declarou.

Patrocinadas pela empresa Unimed Fortaleza, as novas estações de compartilhamento chegarão em diversos bairros da cidade, tais como Montese, Bom Futuro, Jardim América, Parreão, Fátima, Presidente Kennedy, São Gerardo, Luciano Cavalcante, Edson Queiroz, Cocó, Papicu, Cidade 2000. “Ligamos o extremo oeste ao extremo leste de Fortaleza, conectando quatro grandes campi universitários: o Campus do Pici, Benfica, o Campus do Instituto Federal e o Campus da Unifor, além de algumas faculdades que ficam ao longo da Avenida Washington Soares. Também atingimos trabalhadores que circulam pela integração do eixo Antônio Bezerra/Papicu. Estamos estimulando uma demanda que já existe, mas que aumentará conforme as estações forem instaladas”, apontou o Prefeito.

Segundo o Secretário Executivo de Conservação e Serviços Públicos, Luiz Alberto Sabóia, as novas estações foram escolhidas a partir de um estudo técnico do Plano de Ações Imediatas de Transporte e Trânsito (Paitt). “Nós procuramos contemplar regiões que atraíam público por serem comerciais, oferecerem serviços, serem polos de ensino e geradores de emprego, movimentando o deslocamento da população”, afirmou.

O Programa de Bicicletas Compartilhadas foi iniciado em dezembro do ano passado com o objetivo de incentivar o uso de bicicletas como meio de transporte e contribuir para uma mobilidade sustentável. O sistema é o mais usado no Brasil, proporcionalmente ao número de estações instaladas. São quase 80 mil usuários cadastrados, sendo 65% por meio do Bilhete Único.

O presidente da Unimed Fortaleza, João Cândido, avalia a parceria entre a empresa e a Prefeitura como bem-sucedida. “A gente fica muito feliz por a gente estar participando da ampliação das estações do Bicicletar, compartilhando esta atitude contemporânea da gestão de tornar a cidade e a vida do cidadão muito melhor, com mais saúde”, disse.
     
Cadastro

Para utilizar o sistema, os interessados devem se cadastrar através do site www.bicicletar.com.br. Durante o cadastramento, o usuário optará por um plano de adesão com taxa diária (R$ 5), mensal (R$ 10) ou anual (R$ 60) informando o cartão de crédito de onde será debitado o valor do plano escolhido. O usuário do Bilhete Único (BU) pode utilizar gratuitamente o sistema.

A tarifação dará direito a ilimitados usos de uma hora. Aos domingos e feriados, o tempo de utilização se estenderá para uma hora e meia. Caso seja ultrapassado esse tempo, será cobrada uma taxa adicional de R$ 5 por hora excedente. No entanto, se a pessoa desejar continuar utilizando a bicicleta e não quiser pagar o adicional, terá a opção de esperar 15 minutos entre o uso e a próxima retirada. O serviço funciona todos os dias, de 5 às 23h59 para a retirada dos equipamentos e de 24h para devolução.


Informações: Prefeitura de Fortaleza

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960