Metrô do Recife sofre com vandalismo em jogos de futebol

domingo, 12 de julho de 2015

Quem precisou do metrô para se locomover na tarde e noite deste domingo (12) teve que contar com outro meio de transporte. O Sindicato dos Metroviários de Pernambuco (Sindmetro-PE) informou, por meio de nota, que os trabalhadores cruzariam os braços a partir do meio-dia. As atividades só devem ser retomadas às 5h desta segunda-feira (13). De acordo com o comunicado, assinado pelo presidente da entidade, Diogo Moraes, a decisão foi tomada porque o sindicato não vê condições de garantir a segurança dos usuários e funcionários do transporte. A medida é uma resposta aos atos de violência e vandalismo registrado no sábado (11), antes e depois do clássico entre Náutico e Santa Cruz, na Arena Pernambuco.

Integrantes das torcidas organizadas dos dois times travaram brigas e depredaram dois trens, um deles recém-adquirido. As composições tiveram as janelas quebradas na Estação do Barro. De acordo com o assessor de comunicação da CBTU/ Metrorec, Salvino Gomes, uma das composições teve 90% das janelas destruídas. "Só este ano foi gasto na casa de R$ 1 milhão para repor os prejuízos do vandalismo. No ano passado foram R$ 750 mil. 

Tudo em de recursos da própria população. Em paraçisações, acionamos os superisores administrativos para atuar, mas não há tempo ou quadro suficiente e também há um alto índice de insatisfação e medo devido à intensidade dessa violência. Não queremos por a segurança dos trabalhadores em risco", disse.



Trem 36 destruído pelos "torcedores" na ida para o jogo Náutico e Santa Cruz.E na segunda-feira os usuários sofrerão as consequências.
Posted by Diogo Morais on Sábado, 11 de julho de 2015

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960