O fim dos trólebus da Nova Zelândia

quarta-feira, 3 de junho de 2015

Wellington, capital da Nova Zelândia não terá mais trólebus rodando até 2017. A cidade possuí atualmente 50 km de linhas, e após recomendações do Conselho Regional “Greater Wellington” fechará seu sistema.

Entre as razões para a extinção está o custo de manutenção e infra-estrutura além da inflexibilidade do sistema que ocasiona em velocidades mais lentas em relação aos ônibus a diesel. Os sessenta trólebus restantes serão substituídos por veículos a diesel e diesel-elétricos híbridos.

A retirada da infraestrutura deverá custar aos cofres públicos mais de 20 milhões de dólares. Os Trólebus operam em Wellington desde 1949, e são até o momento o único sistema da Oceania.

Na contra-mão, outros países expandiram a rede de trólebus, sobretudo na Europa. Aqui no Brasil o sistema já correu risco de ser extinto, mas ganhou novo fôlego com veículos mais modernos e a reforma da rede elétrica.

Por Renato Lobo
Informações: Portal Via Trolebus

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960