BRT Move tem prejuízo e menos passageiros, dizem empresas

domingo, 21 de junho de 2015

As empresas de ônibus que operam as linhas do BRT Move, em Belo Horizonte, afirmam que o sistema registrou queda no número de passageiros além de prejuízos, na contramão de outros sistemas similares com vias exclusivas para ônibus.

De acordo com o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Belo Horizonte, os Setra, as viações querem um novo reajuste na tarifa, sendo o segundo em seis meses, ainda que o contrato assinado entre as empresas e o poder público prevê aumento anual. A tarifa ficaria entre R$ 3,40 e R$ 3,50, ou seja, contra a que é cobrada hoje, de R$ 3,10.

O Setra afirma que após a implantação do BRT o número de passageiros caiu da média mensal em 2014 de 34,62 milhões para 33,22 milhões de passageiros mensais nos quatro primeiros meses deste ano. As viações dizem ainda que não houve retorno dos investimentos feito na implantação do sistema.

A defensoria pública quer ter acesso ao estudo dos empresários. O prefeito Márcio Lacerda deve se reunir com os donos das empresas para tratar do assunto.

Por Renato Lobo
Informações: Portal Via Trolebus

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960