Infrações no trânsito aumentam após implantação do BRT em Uberaba

quinta-feira, 7 de maio de 2015

Desde a inauguração do Sistema Vetor/BRT até o começo de abril, mais de 160 motoristas foram autuados por utilizar a faixa exclusiva de ônibus, segundo a Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes de Uberaba (Settrans). 

Além deles, outros 155 motoristas também receberam multa por estacionar em local proibido.

A Guarda Municipal (GM) reconhece que os números podem ser bem maiores, já que é difícil manter uma fiscalização rotineira ao longo da Avenida Leopoldino de Oliveira.

Contudo, segundo a GM, a quantidade de multas não é a principal preocupação do órgão, e sim, a dificuldade em conseguir convencer os motoristas uberabenses sobre a importância de seguir as regras atuais de tráfego. “A gente percebe que algumas pessoas já tomaram consciência e têm o respeito com relação ao setor do vetor. Mas ainda há muito flagrante. Não só do condutor do veículo automotor, mas a gente percebe ciclista utilizando essa faixa, motocicleta e travessia do pedestre de forma errada”, explicou o chefe de fiscalização de trânsito da Guarda Municipal, Carlos Humberto Cunha.

Os pedestres também não estão respeitando as regras de trânsito e se arriscam ao atravessar a avenida fora das faixas de travessia. Cunha também alertou que as regras para os motoristas também existem para os pedestres infratores. “Existem artigos específicos no Código de Trânsito Brasileiro (CTB) referente ao pedestre. Juntamente com uma equipe da educação de trânsito, a gente vai à rua e orienta essas pessoas. Muitas vezes esses pedestres não têm conhecimento dos artigos do Código.”, informou.

Trechos em obras
Ao longo da Avenida Leopoldino de Oliveira há trechos onde os veículos do transporte coletivo têm de ocupar o mesmo espaço que os veículos de passeio, já que em determinados pontos a faixa exclusiva para os ônibus encontra-se em obras para melhoria da via. Em outros trechos, há situações que favorecem que os motoristas se sintam em uma via sem regras, já que alguns semáforos estão inoperantes e dificultam o tráfego local.

A assessoria de imprensa da Prefeitura Municipal explicou que alguns semáforos foram desligados para a realização das obras de recuperação da faixa exclusiva para ônibus. A interrupção é uma medida de segurança, já que os cabos de energia estão próximos da área onde o trabalho é realizado. A assessoria informou, ainda, que os equipamentos serão religados com o fim da obra.

Informações G1 Triângulo Mineiro

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960