Grande Goiânia recebe 70 ônibus com emissão reduzida de poluentes

domingo, 3 de maio de 2015

A Rede Metropolitana de Transportes Coletivos da Grande Goiânia (RMTC) recebeu 70 ônibus novos com emissão reduzida de poluentes. A operação destes veículos, que são equipados com elevador para embarque de cadeirantes e sistema inteligente de localização, começa na próxima segunda-feira (04/05). 

Ao total serão beneficiadas 130 linhas que atendem Goiânia, incluindo a rede de corredores preferenciais, e as cidades de Aparecida de Goiânia, Aragoiânia, Hidrolândia e Nova Fátima.

Com a chegada dos veículos novos, a segurança dos usuários do transporte coletivo também será reforçada. Em cada ônibus há quatro câmeras de monitoramento que vão transmitir as informações, em tempo real, para a Central de Segurança de Transportes da RMTC e Secretaria da Segurança Pública. A rede de transporte coletivo já possui 640 câmeras instaladas em 160 ônibus.

Os ônibus fabricados pela Mercedes Benz, modelo Caio/Apache VIP-SC IV, utilizam combustível com aditivo Arla 32, agente líquido redutor de emissões de óxidos de nitrogênio. O aditivo, que chega a reduzir em até 80% as emissões de poluentes, é regulamentado pela Resolução 403, emitida pelo Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama). 

O Arla 32 atua nos catalisadores do sistema de escapamento dos motores, permitindo a redução da emissão de óxidos de nitrogênio. Em reação com os gases de escape dos veículos, o produto transforma óxidos em vapor de água e nitrogênio, gases inofensivos para a saúde humana.

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960