Itinerários de oito linhas de ônibus são alterados pela SMTU

segunda-feira, 27 de abril de 2015

Oito linhas de ônibus tiveram seus itinerários alterados pela Superintendência Municipal de Transportes Urbanos (SMTU). Os ajustes passaram a vigorar no último sábado, segundo o órgão, com o objetivo de otimizar a operação do transporte público na capital. Nesta segunda-feira (27), os usuários ainda estavam confusos com a mudança e criticavam as alterações realizadas pelo órgão.
Foto: Marcio James
Entre as linhas que tiveram modificações estão os ônibus que atendem os bairros de Santo Agostinho, São Raimundo, Ouro Verde, Vale do Sinai e Monte Sinai.

Em atendimento às reclamações dos passageiros, a linha 118 que teve a rota alterada no dia 28 de fevereiro, passou a cumprir o itinerário normal. Os usuários do transporte público reclamam da falta de comunicação sobre a mudança.

Para a estudante, Laís Pinheiro, a informação deveria ser amplamente divulgada antes de entrar em vigor. Segundo ela, não houve mudanças significativas que justificassem a alteração do órgão.

“A mudança, para mim, não fez nenhum sentido, porque tirou o trânsito da péssima Avenida Constantino Nery e levou para péssima Avenida Djalma Batista”, critica. “Hoje, no ônibus, descobri que a rota foi mudada de novo. Um rapaz no ônibus que ficou na parada, entre a Constantino e a Djalma, que gritou quando viu o ônibus tomar o rumo antigo. Aparentemente, ninguém sabia”.

Outro itinerário alterado foi dos ônibus 100, 439 e 442, que conforme a SMTU, deixam de atender as Ruas Marciano Armond, Teresina e praça Chile, na zona centro-sul da cidade.

A partir de agora, os passageiros seguem no sentido bairro, pela Avenida Mário Ypiranga Monteiro, antiga Recife; passam pela Avenida Boulevard Álvaro Maia e após a Rua Comendador Clementino, seguem a rota normalmente. O trajeto dos ônibus 016 e 541, também deixa de atender as mesmas ruas, no entanto, segundo a SMTU, deve seguir no sentido bairro, Avenida Mário Ypiranga Monteiro, em seguida o Boulevard, a Avenida Kako Kaminha.

De acordo com a SMTU, os ajustes foram divulgados na semana passada por meio da página da Superintendência no Facebook e foram anexados os novos itinerários no interior dos veículos. Segundo a assessoria do órgão, um estudo foi realizado nos locais a fim de garantir uma diminuição no tempo de viagem principalmente nas linhas circulares como os ônibus da rota 056, 058 e 016.

Ainda conforme a superintendência, as alterações realizadas após os estudos podem ser desfeitas, conforme o desempenho das linhas, segundo o órgão, o trânsito é uma atividade dinâmica que permite este tipo de ajuste.

Após aguardar cerca de uma hora e meia o ônibus da rota 056, Mayra Ferreira, 26, teve que andar cerca de 20 minutos com a mãe, para chegar ao ponto de ônibus que a linha passou a atender, porque não tinha conhecimento da mudança. A estudante que é moradora da comunidade Vale do Sinai, no bairro Cidade Nova, zona norte de Manaus, relata que perdeu a consulta com a mãe por causa da falta de informação.

“A parada tava lotada, tinha criança, tinha idoso e ninguém sabia de nada, ficamos esperando, sendo que não tinha um aviso na parada, nem passou nada na TV, desse jeito a gente não tem como saber. E o pior é que eles mudam sem consultar a gente. O resultado é que perdi a consulta da minha mãe que já estava marcada desde janeiro. Acho uma falta de respeito”, disse.

Conforme a SMTU, a mudança na linha do 058, que atende a Nova. Cidade rumo ao Terminal 3, é para dar mais uma opção de deslocamento aos moradores do Conjunto Cidadão XII, tendo em vista que a linha 029 deixou de atender aquela localidade. A rota do 056 que atende os usuários do transporte coletivo no Monte Sinai e Vale do Sinai até o Terminal 3, passou a circular em mais vias dentro dos bairros e menos na avenida principal.

Por Gisele Rodrigues
Informações: d24am.com

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960