Grande Recife amanhece com poucos ônibus circulando

quarta-feira, 15 de abril de 2015

O Grande Recife amanheceu com metrô funcionando e poucos ônibus nas ruas. A paralisação parcial dos coletivos atende a uma adesão ao protesto nacional contra o projeto que altera as regras sobre seguro-desemprego e outros benefícios trabalhistas. Segundo o Sindicato dos Rodoviários, 70% dos ônibus não circulam no início desta manhã. 

As linhas mais afetadas são as das empresas Cidade Alta, Vera Cruz, Borborema, Metropolitana e Itamaracá. O metrô, que prometeu na noite da última terça (14) não funcionar durante todo o dia, operou de forma normal desde o começo da manhã. A assessoria de imprensa da CBTU-PE afirmou que os maquinistas aderiram à greve e os três estão sendo operados pelos supervisores, mas circularão apenas em horário de pico: das 5h às 9h e das 16h às 20h. 

Já os ônibus, que não tinham horário definido para paralisação, surpreenderam os passageiros nesta manhã. Em alguns terminais, nenhum veículo tinha saido por volta das 5h40, no Terminal de Setúbal, na Zona Sul do Recife, o gerente operacional informou que a circulação só começaria a partir das 6h. Os passageiros que embarcavam no metrô eram avisados pelos fiscais que os trens funcionavam, mas que o Terminal Integrado do Barro, um dos mais movimentados do sistema, estava completamente fechado e sem ônibus.

No terminal da PE-15, alguns motoristas de coletivos e até alguns passageiros fecharam o terminal integrado para impedir que motoristas que não aderiram ao movimento circulassem. Houve tumulto tanto por parte dos trabalhadores como dos passageiros. Um efetivo de cerca de 40 policiais militares foi acionado acalmar os ânimos. Com a ajuda policial, a situação no local foi normalizada e os ônibus passaram circular normalmente. Um destaque foi a atuação da polícia no auxílio ao embarque de passageiros dos coletivos, junto aos fiscais do terminal.

No Terminal Integrado do Aeroporto, os portões da integração estavam fechados até pouco antes das 6h, mas algumas linhas como TI TIP/Aeroporto e TI Tancredo Neves/Aeroporto pegavam os passageiros do lado de fora da estação. No Terminal Integrado de Tancredo Neves, poucos passageiros aguardavam ônibus, mas os portões das estações estavam abertos.

Já no Terminal Integrado do Recife, os passageiros que desciam do metrô aguardavam a abertura dos portões da integração. Alguns funcionários afirmavam que os ônibus circulares só iriam rodar a partir das 9h. O Terminal Integrado da Macaxeira, na Zona Oeste do Recife, também estava sem ônibus no começo da manhã. Internautas relataram que muitos passageiros aguardavam por ônibus do lado de fora da estação.

No bairro do Janga, em Paulista, assim como na PE-15, em Olinda, muitos passageiros aguardavam nas paradas. Segundo internautas, os coletivos da empresa Cidade Alta não estavam circulando. Na Avenida Conde da Boa Vista, um dos principais corredores de ônibus da capital, o movimento de coletivos era menor do que o normal. Passageiros reclamavam que os ônibus da Borborema, que seguiam para a Zona Sul/Jaboatão dos Guararapes, não estavam passando.

Informações: JC Online


0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960