Faixa azul de Maceió completa um ano com avaliação positiva e perspectiva de ampliação

segunda-feira, 13 de abril de 2015

Há pouco mais de um ano, a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito de Maceió (SMTT) adotou o uso da faixa exclusiva para ônibus nas avenidas Fernandes Lima, Durval de Góes Monteiro e parte da Tomás Espíndola. Depois do período inicial de conscientização e adaptação, o trecho da via conhecido como “faixa azul”, que facilita a vida dos usuários do transporte coletivo, complementar regulamentado e táxis, será ampliada.

É o caso da estudante de relações públicas Rafaela Maria, que utiliza o corredor de transporte diariamente. “A faixa azul foi uma ideia maravilhosa. Realmente, é nítida a diferença no tempo de viagem. E também escuto dos amigos o mesmo. Se olharmos a curto prazo, dá pra dizer que deu uma melhorada significativa”, elogia a estudante.

Visando dar continuidade ao avanço das condições do transporte público coletivo e ao sucesso que a faixa exclusiva trouxe para milhares de usuário de ônibus na capital, a SMTT implantará, em junho próximo, a ‘faixa azul’ nas avenidas Comendador Leão e Dona Constança, no bairro do Poço e Mangabeiras. Vinte e uma linhas de ônibus integram 143 veículos que circulam diariamente em dias úteis pelas vias e a medida deverá tornar mais rápido e tranqüilo o fluxo dos transportes coletivos.

“Neste um ano de implantação da faixa exclusiva nas principais vias da parte alta de Maceió, a redução do tempo de viajem das linhas que por lá circulam foi substancial para que a população não somente aprovasse a iniciativa, mas que também voltasse a procurar no ônibus o melhor e mais rápido meio de locomoção para tarefas simples diárias”, enfatiza o superintendente da SMTT, Tácio Melo.

Nas avenidas Durval de Goés, Fernandes Lima e Tomás Espíndola a SMTT tem fiscalizado o uso por parte dos condutores de veículos particulares e de transportes coletivos, coibindo práticas irregulares no uso da faixa. Somente no período de 12 meses, desde o início da faixa nestas vias, foram registradas mais de 7 mil autuações envolvendo veículos particulares circulando indevidamente pela faixa azul e cerca de 250 ocorrências de ônibus flagrados transitando fora da faixa exclusiva. Ambas as infrações estão previstas no Código de Trânsito Brasileiro.

“Agentes de Trânsito realizam diariamente a fiscalização, mas temos conhecimento, por meio de reclamações, que ainda existem muitos condutores que trafegam pela faixa exclusiva de forma errada”, disse Tácio Melo.

A faixa exclusiva funciona de segunda à sexta-feira, das 6h às 20h. Só podem nela transitar por no máximo o espaço de dois quarteirões os veículos que terão acesso às ruas adjacentes e lojas comerciais ao longo das vias.

por Secom - Maceió

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960