Em Fortaleza, Começa mudança nas paradas de ônibus na Bezerra de Menezes

sexta-feira, 10 de abril de 2015

Quem circula pela avenida Bezerra de Menezes deve ficar atento nos próximos dias. A via está prestes a passar por nova modificação no sistema de transporte público. No 18 de abril, sábado, as 17 linhas que trafegam pela avenida começam a fazer embarque e desembarque em abrigos instalados no canteiro central. Os últimos ajustes no piso e na instalação de cobertas ainda estão sendo concluídos. Com a modificação, as faixas da esquerda passam a ser exclusivas para o transporte público.

A Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor) iniciou, ontem, a retirada dos abrigos atualmente instalados nas calçadas. Quando o serviço estiver concluído, os usuários de ônibus embarcarão e desembarcarão somente nos abrigos do canteiro central. Mas apenas em 30 de junho, informou a Etufor, os passageiros passam a utilizar as dez estações (estruturas exclusivas do corredor expresso) construídas recentemente na avenida.

Os passageiros, que já vivenciaram sucessivas mudanças no ordenamento da via e conviveram com transtornos provocados pelas obras, já começaram a sentir (e a reclamar) da nova modificação. Na praça da Igreja Nossa Senhora Dores, no Otávio Bonfim, onde houve retirada da coberta, usuários procuravam a sinalização. “Quando estamos acostumados com a avenida, vem outra mudança”, diz o auxiliar de escritório Glauber Araújo, 23.

Quando a transferência for concluída, não haverá mais a divisão dos atuais BRS 1, 2 e 3, informou o presidente da Etufor, Antônio Ferreira Silva. Por enquanto, mesmo com as cobertas retiradas das calçadas e sem a sinalização, passageiros devem continuar obedecendo as orientações dos pontos de parada nas calçadas. As intervenções fazem parte da implantação do corredor Antônio Bezerra/Centro, que ligará o terminal ao Centro em percurso de 8,2 quilômetros. A expectativa após a conclusão do trecho, segundo Ferreira, é diminuir o tempo de viagem no transporte coletivo em 60%.

Informações: O Povo Online

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960