Metrô SP é um dos órgãos públicos mais valorizados pela população paulistana

quarta-feira, 25 de março de 2015

O Metrô de São Paulo é o terceiro colocado no ranking de confiança da população da capital paulista entre 24 instituições e órgãos públicos avaliados, incluindo os serviços de táxi existentes.

A constatação, do IBOPE Inteligência, está na pesquisa anual "Indicadores de Referência de Bem-Estar no Município (IRBEM), em sua sexta edição, realizada entre os dias 24 de novembro e 8 dezembro de 2014, numa amostra envolvendo 1512 moradores.

O objetivo da enquete da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP), em parceria com a Rede Nossa São Paulo, é coletar informações úteis à formulação de ações, por parte do Poder Público e da sociedade civil, visando o bem-estar das pessoas.

Nesta IRBEM 2014, o Metrô obteve 71% de confiança entre os paulistanos, índice só suplantado pelos Correios (com 82%) e pelo Corpo de Bombeiros (93%). Os resultados da pesquisa comprovam que nos seis anos de avaliação, apesar das oscilações, o grau de confiabilidade da população nesses três órgãos nunca ficou abaixo dos 71%.

Além do Corpo de Bombeiros, Correios e Metrô, a Pesquisa IRBEM considera as seguintes instituições e órgãos públicos atuantes na cidade de São Paulo: PROCON, Eletropaulo, SABESP, Serviços de Táxi, Forças Armadas, CPTM, SPTrans, Conselho Tutelar, COMGÁS, CET, Conselhos Municipais, CETESB, Guarda Municipal, Polícia Civil, Poder Judiciário, Polícia Militar, Ministério Público, Subprefeitura, Prefeitura de São Paulo, TCM (Tribunal de Contas do Município) e Câmara Municipal.

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960