Passe livre em ônibus já vale para aluno de escolas públicas de São Paulo

terça-feira, 3 de fevereiro de 2015

Os alunos de escolas públicas de São Paulo passaram hoje (2) a ter direito ao passe livre estudantil nos ônibus. Já os estudantes de escolas particulares com renda familiar até dois salários mínimos, e que também terão acesso à gratuidade, de acordo a proposta da prefeitura paulistana, só terão o benefício disponível a partir da próxima segunda-feira (9).

O estado também anunciou a gratuidade nos mesmos moldes para os trens da CPTM e no metrô. Porém, o benefício depende de aprovação de projeto do Executivo enviado à Assembleia Legislativa, que retomou as atividades hoje. A Secretaria de Transportes Metropolitanos não informou a partir de quando o benefício entrará em vigor.

Estudante universitário pelo Prouni, Ricardo Simões mora na Vila Mariana e estuda no bairro do Saúde, na zona sul de São Paulo, aguarda a gratuidade da tarifa do metrô. “Já me informei no Metrô e me disseram que ainda não tinha data. É um dinheiro que vai fazer falta, e que não volta, porque os dias que eu gastei não vão acumular quando o passe de estudante estiver valendo. Achei falta de planejamento, com tanto anúncio, as aulas começarem sem o passe livre.”

Prefeitos do ABC paulista, Carapicuíba, Barueri, Cotia, Itapevi, Jandira, Osasco, Pirapora do Bom Jesus e Santana de Parnaíba também implementaram a tarifa zero estudantil, e em algumas cidades os bilhetes também estão valendo a partir de hoje.

No ABC paulista, embora as regras para a gratuidade tenham sido definidas pelo Consórcio Intermunicipal do ABC, cada um dos sete municípios atua de forma individual para que os alunos consigam ter acesso à gratuidade antes da aprovação da lei pelas Câmaras Municipais. Santo André, Mauá, Diadema e São Bernardo começaram a cadastrar os alunos na última semana de janeiro, e quem conseguiu fazer o cadastro pode usar o benefício hoje. São Caetano publicou na sexta-feira (30) as regras, e ainda não iniciou o cadastramento. Ribeirão Pires cadastra os estudantes a partir de hoje.

Alunos de instituições particulares também terão acesso ao passe de estudante, sem a necessidade de comprovação de baixa renda ou de participação em programas sociais, como Prouni e Fies.

Em Carapicuíba, os alunos com direito ao passe de estudante têm de apresentar também documento escolar indicando o controle de frequência nas aulas.

Informações: Rede Brasil Atual

Leia também sobre:

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960