Na Grande Vitória, Rodoviários e sindicato ficam sem acordo e greve continua

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015

A audiência de conciliação realizada entre o Sindicato dos Rodoviários (Sindirodoviários) e os sindicatos patronais, para resolver o impasse da paralisação dos coletivos, terminou sem acordo. Apesar disso, a categoria afirmou que vai acatar a decisão da Justiça, de ter colocar parte da frota em circulação. A reunião aconteceu na tarde desta segunda-feira (9), no Tribunal Regional do Trabalho do Espírito Santo (TRT-ES). A categoria reivindica outro plano de saúde.

A tentativa de acordo foi conduzida pelo vice-presidente do TRT-ES, desembargador Marcello Mancilha, e começou às 15h30. Segundo o presidente do Sindirodoviários, Roberto Louzada, o Maguila, a paralisação continua nesta terça-feira (10).

Apesar da greve, Maguila explicou que durante a manhã vai se reunir com os rodoviários para decidir o rumo da paralisação. Apesar disso, eles afirmaram que vão acatar a decisão da Justiça e colocar 70% da frota em circulação em horários de pico e 40% nos demais horários para atender a população.

Após a reunião, o desembargador Marcelo Mancilha disse que o Ministério Público do Trabalho pediu que o TRT enviasse cópias do processo para a Polícia Federal para que fosse investigada uma eventual prática de crime. "Vai ser investigado se foi cometido um crime de se esquivar do recebimento da intimação judicial, bem como crime contra a organização do trabalho. Na verdade como consta com o Tribunal de Justiça, ele foi contactado, foi combinado um horário para o recebimento dessa liminar e ele não cumpriu com o que foi combinado com o oficial de justiça. Mas isso não quer dizer que tenha havido o crime, vai ser investigado", disse.

Por Viviane Machado
Informações: G1 ES

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960