Em Manaus, Faixa Azul na Constantino rende multa a partir desta quinta-feira

terça-feira, 17 de fevereiro de 2015

Motoristas que desrespeitarem a faixa azul na Avenida Constantino Nery, em Manaus, a partir do dia 19 deste mês, serão multados. A faixa será ultilizada exclusivamente por ônibus articulados do BRS (Bus Rapid System). O Manaustrans informou, nesta sexta-feira (13), que a multa para quem infringir a regra será de R$ 127, e o condutor perderá cinco pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH). O órgão adiantou que mais duas avenidas da Zona Centro-Sul da capital devem receber faixas semi-exclusivas para coletivos do transporte público ainda em fevereiro.
Foto: Suelen Gonçalves/G1 AM
O anúncio sobre a multa foi feito durante coletiva de imprensa realizada na manhã desta sexta-feira (13) na Superintendência Municipal de Transportes Urbanos (SMTU), no bairro Petrópolis, Zona Centro-Sul da cidade.

De acordo com o diretor-presidente do Manaustrans, Paulo Henrique Martins, além dos ônibus articulados, poderão trafegar pela Faixa Azul: ambulâncias, veículos da polícia, táxis, ônibus especiais, veículos de transporte escolar, e veículos de fiscalização de trânsito. "Chegou a hora do condutor que anda à esquerda, na faixa excluisva, sair. A partir do dia 19, nós estaremos com os agentes de trânsito posicionados para que o veículo que estiver na faixa sinalizada, seja autuado", disse o diretor-presidente.

Os ônibus do transporte público não articulados - que não possuem porta na esquerda - deverão transitar pela faixa da direita da avenida. 

Agentes de trânsito devem fazer a fiscalização para aplicação da regra. "Hoje, Pouca gente utiliza a faixa da esquerda [na Constantino Nery]. As pessoas estão utilizando muito mais próximo aos cruzamentos. Então, nesses pontos nós vamos colocar a nossa equipe de educação de trânsito com material educativo na próxima semana, para que ninguém tenha dúvida ou seja autuado", destacou Paulo Henrique Martins.

De acordo com o Manaustrans, a medida poderá até influenciar no preço da tarifa de ônibus na capital. "Nossa meta é que a faixa seja respeitada e que o ônibus tenha mais velocidade, e que, com isso, a gente possa até diminuir os custos da tarifa de ônibus, que é sempre questionada. Ônibus que demora muito, aumenta o custo operacional. Ônibus que trafega mais rápido, lá na ponta, levará a uma economia de combustível", explicou.

Atualmente, a Faixa Azul da Avenida Constantino Nery, conta com oito quilômetros de extensão. O Manaustrans adiantou que pretende ampliar a sinalização na via, mas não informou o prazo para a implementação. "Vamos revitalizar alguns trechos da linha azul que desgastaram ao longo deste ano. Colocaremos algumas faixas para avisar o condutor que o dia 19 é um dia importante", disse o titular do Instituto de Trânsito.

Novas faixas
Durante a coletiva, Paulo Henrique Martins anunciou que as avenidas Mário Ypiranga Monteiro (antiga Recife) e Umberto Calderaro (antiga Paraíba) irão receber faixas semi-exclusivas à direita a partir deste mês. A sinalização das vias deve ser concluída até o dia 25 de fevereiro. A partir da data, nos primeiros 15 dias, deverá ser realizada uma extensa campanha de orientação sobre o tráfego nas duas avenidas. O Manaustrans deve começar a aplicar multa nesses locais somente a partir do dia 10 de março deste ano. A punição aos infratores será a mesma aplicada a quem infringir a regra na Faixa Azul da Avenida Constantino Nery.

De acordo com o diretor-presidente do Manaustrans, a faixas semi-exclusivas serão destinadas aos ônibus do transporte público. Os condutores dos coletivos - que serão passivos de multas - deverão se manter à direita e evitar ultrapassagens.

Os demais veículos poderão transitar direita somente para entrar em logradouros para acessar ruas. Se estiverem na faixa semi-exclusiva, esses motoristas não poderão cruzar as ruas que dividem os quarteirões, ou seja, obrigatoriamente, os condutores terão que virar à direita.

"O processo de sinalização de priorização do transporte coletivo vai ser uma constante nesse ano de 2015. Nós vamos começar a organizar a cidade de forma correta. A SMTU já tem um projeto amplo, e o Manaustrans fica com a incubência de fazer a sinalização e depois a fiscalização desses corredores de ônibus. A gente conta que a população compreenda", ressaltou Paulo Henrique Martins.

Os dois órgãos estudam implementar o sistema de faixas exclusivas para ônibus em outras ruas de Manaus. "Há um projeto, mas vamos, no tempo devido, avisar. Não podemos implantar de uma vez.. Não queremos criar dificuldade para ninguém. O objetivo é fazer cumprir a lei, que é priorizar o transporte. O projeto maior está sendo discutido em uma comissão criada pelo prefeito [Artur Neto], que é o "Planejando Manaus", mas muita coisa ainda será anunciada. Esse não é o momento [do anúncio]", afirmou o titular da SMTU, Pedro Carvalho.

Por Adnesion Severiano

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960