Vindo da Espanha, segundo trem do VLT chega a São Vicente

quarta-feira, 7 de janeiro de 2015

O segundo trem que vai compor o sistema de Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT) chegou na madrugada desta terça-feira (6) e já está na Linha Amarela, em São Vicente. A composição estava no Porto de Santos desde a manhã do dia 30 de dezembro, mas conduzido à Estação José Monteiro nesta madrugada. A estrutura foi transportada em três partes.

Até o começo da tarde, as estruturas não haviam sido descarregadas nos trilhos. Segundo a Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU), agora o VLT será montado e, em breve, estará em fase de testes.

Os veículos possuem 2,65 m de largura por 44 m de comprimento; capacidade para 400 usuários. Ele terá velocidade média de 25 km/h (a máxima é de 80km/h), ar condicionado e piso 100% baixo, facilitando a movimentação de usuários com dificuldade de locomoção.

O primeiro VLT chegou em maio do ano passado e após os testes necessários, recebeu 1.500 pessoas de 18/11 a 18/12 na Operação Visita Controlada entre as Estações Mascarenhas de Moraes e José Monteiro, em São Vicente. Um terceiro veículo importado está previsto para fevereiro. A outra parte da frota está sendo fabricada na nova unidade da Vossloh, em Três Rios, no Rio de Janeiro.

Ainda conforme a EMTU, as obras do VLT estão 80% concluídas. Das 15 estações em obras do trecho São Vicente (Barreiros) – Porto de Santos, 10 estão finalizadas: sete em São Vicente e três em Santos. Também foram entregues 3,5 km de ciclovia em São Vicente.

Por Victor Miranda
Informações: A Tribuna On-line

Leia também sobre:

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960