Tarifa de ônibus no Recife sobe para R$ 2,45‏

sexta-feira, 9 de janeiro de 2015

A partir desta segunda-feira (12) a tarifa de ônibus referente ao anel A na Região Metropolitana do Recife (RMR) custará R$ 2,45. O valor definido na manhã desta sexta-feira (9) em reunião do Conselho Superior do Transporte Metropolitano, no Centro de Convenções, em Olinda, foi de R$ 2,428 e deverá ser arredondado pela Agência Reguladora de Pernambuco (Arpe). O valor do anel G também foi reajustado e passa de R$ 1,40 para R$ 1,60.
O reajuste de 12,93%, equivale à variação do Índice de Preço ao Consumidor Amplo (IPCA/IBGE), acumulado de janeiro de 2013 a dezembro do ano passado.

Os valores das tarifas B e D não sofreram alteração e devem continuar custando R$ 3,35 e R$ 2,65, respectivamente.

O Passe Livre para estudantes da rede pública estudal também foi pauta na reunião e foi determinada a criação de um grupo de trabalho que vai definir critérios para concessão do Passe Livre, que deve começer a funcionar no início do segundo semestre letivo. Estima-se que 310 mil estudantes sejam beneficiados.

Em protesto contra o aumento, cerca de 50 manifestantes de diferentes movimentos sociais saíram em passeata do Grande Recife Consórcio, no bairro de São José, até a Secretaria das Cidades, no bairro da Boa Vista. O grupo, articulado pela Frente de Luta pelo Transporte Público conta com a participação da sociedade civil organizada, representada pela Central Sindical e Popular (Conlutas), Associação Nacional dos Estudantes Livres (Anel), Movimento Sem Terra (MST), rodoviários e metroviários.

Um dos integrantes da Frente Popular pelo Transporte Público, Tulio de Luna, critica a falta de diálogo do governo com o movimento. "Nosso movimento é contra qualquer tipo de aumento. Lutamos pela tarifa zero. Pela abertura das contas do valor da tarifa. O passe livre deve ser para todos porque sabemos que se o passe livre for apenas para os estudantes, é o trabalhador quem vai pagar essa conta."

O protesto interrompeu o trânsito no Cais de Santa Rita, no sentido centro da cidade e complicou o tráfego. A Companhia de Trânsito e Transporte Urbano (CTTU) esteve no local orientando os motoristas. Ao passar pelas avenidas Guararapes e Dantas Barreto, o movimento foi aplaudido e recebeu apoio de quem esperava o ônibus nas paradas. 

Informações: Diário de Pernambuco

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960