CBTU faz viagem teste do VLT em João Pessoa

terça-feira, 27 de janeiro de 2015

A CBTU em João Pessoa realizou nesta terça feira, a primeira viagem teste do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) com passageiros. A partida será da Estação João Pessoa com destino a estação de Mandacaru, num percurso de 4km, com duração de 7 minutos. Para esse primeiro passeio a Companhia convidou jornalistas e funcionários da CBTU. De acordo com a área operacional, o VLT começará a trafegar diariamente em horários intermediários a partir do dia 2 de fevereiro. 

De acordo com o superintendente da CBTU em João Pessoa, Wladme Macedo, a implantação do VLT representa a preocupação constante da CBTU em melhorar de forma substancial a mobilidade e a acessibilidade das pessoas ao transporte público. “Com o VLT, a Região Metropolitana de João Pessoa passa a ter um indutor da mobilidade urbana moderno, rápido e seguro, além de ser muito mais barato por conta da sua tarifa social”, diz.

A CBTU em João Pessoa já conta com duas composições do VLT e aguarda a chegada de mais seis, totalizando oito trens leves, que irão, aos poucos, substituindo os atuais comboios com mais de 60 anos de uso. O VLT é uma das etapas do projeto de modernização do sistema de trens urbanos de João Pessoa, que já conta com os serviços de uma empresa especializada que vem realizando os estudos de adequação para operar trens com mais eficiência e proporcionar mais conforto aos passageiros. A aquisição do VLT representou um investimento da ordem de 70 milhões, oriundos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) Equipamentos.

Ao final do processo de modernização, prevista para os próximos quatro anos, a CBTU estima reduzir o tempo de espera entre os trens dos atuais 55 minutos para até 15 minutos, com a construção de estações ilhas que possibilitará mais cruzamentos entre as composições. Também prevê um salto no número de passageiros transportados de 5 mil/dia para até 40 mil usuários diários.

VLT  – O Veículo Leve sobre Trilhos é um trem moderno, rápido, seguro e confortável. Fabricado pela empresa cearense Bom Sinal, instalada na cidade de Barbalha, o modelo adquirido pela CBTU é o Mobile 3, dotado de duas cabinas computadorizadas – uma em cada extremidade dos carros motores e um carro reboque ao meio. Ele é um Trem Unidade Diesel-Hidráulico (TUDH), construído em fibra de vidro, com sistema hidráulico fornecido pela Voith (Power Pack) e participação da empresa Trends. Trata-se de um veículo ferroviário leve de passageiros para transito urbano e suburbano, com motorização diesel, tração diesel-hidráulica, bidirecional, que trafega em bitola métrica – distância de um metro entre os trilhos -, ar condicionado, acessibilidade para deficientes físicos, passagem entre os carros, sistema de comunicação interna digital e sonora e capacidade para transportar até 600 passageiros por viagem. O VLT de João Pessoa mede 55,8 metros com altura de 3,7 metros e 2,8m de largura.

Informações: PB Agora

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960