Guarujá tem uma das tarifas mais caras do Brasil‏

quinta-feira, 4 de dezembro de 2014

Desde segunda-feira (1º), Guarujá passou a ter uma das passagens de ônibus municipais mais caras da Baixada Santista. O guarujaense desembolsa R$ 3,20 – aumento de 14,28%. 
Com o reajuste, as tarifas ultrapassam os valores das outras sete cidades da região. Atualmente, os preços mais altos são cobrados em Santos e Praia Grande, ambas R$ 2,90.

Em Cubatão, o usuário paga R$ 2,85. Itanhaém e São Vicente também praticam os mesmos valores, R$ 2,60. O transporte público em Mongaguá custa R$ 1,90 e, por fim, a tarifa mais barata da Baixada está em Peruíbe, a R$ 1,70.

Para justificar o aumento de quase 15%, a Administração Municipal de Guarujá afirma que se baseou em um estudo envolvendo usuários do transporte público, associações de moradores, a própria Prefeitura, sindicato dos empregados e a concessionária.

“A elevação do valor dos insumos (pneus, peças, combustível, entre outros), bem como dois dissídios coletivos para os trabalhadores da categoria aumentaram os custos operacionais do serviço de transporte”, explica.

Além disso, a Prefeitura afirma que o aumento também resultará em investimentos. Está previsto que, até dezembro, todos os veículos da frota e os terminais da Cidade disponibilizem wi-fi gratuito. Mais 20 novos abrigos de ônibus também serão instalados até o final do ano, conforme a promessa da Administração.

Informações: A Tribuna On-line

Leia também sobre:

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960