Terminal de ônibus do bairro Cachoeirinha, em Manaus, será ampliado e reformado

quarta-feira, 22 de outubro de 2014

A Prefeitura de Manaus anunciou que vai reformar e ampliar o Terminal de Integração 2 (T2), situado na Cachoeirinha, zona Sul da cidade. Por meio da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf), o local vai receber obras nas plataformas de passageiros, cobertura, pavimento e iluminação.
Foto: Luiz Vasconcelos
Na reforma do terminal constam: a substituição da cobertura que terá novas estruturas metálicas e se estenderá para a área de circulação dos ônibus; a renovação das instalações elétricas; a recuperação do piso com a utilização de revestimento de alta resistência; a instalação de bancos; a reforma dos dois banheiros existentes; e a construção de mais dois.

O projeto de reforma prevê ainda a ampliação da largura da plataforma de embarque/ desembarque do sentido Bairro/Centro em 1,2 metros. De comprimento, o terminal possui 147 metros. Além dos serviços de recuperação do telhado e dos gradis nas áreas externas e internas, de requalificação do pavimento e de melhorias de toda a rede hidráulica e elétrica, a reforma também inclui o recapeamento das vias internas do terminal.

Segundo a Superintendência Municipal Transportes Urbanos (SMTU), o T2 é um dos terminais com maior movimento de passageiros, somando uma média de 50 mil usuários por dia. O terminal integra cerca de 69 linhas de ônibus, totalizando uma média de tráfego de 300 coletivos por dia. Ele está situado em um local onde, estrategicamente, várias linhas se cruzam e a partir dali possibilitam aos usuários opções de deslocamento para todas as outras zonas da cidade.

Para não precisar desativar o Terminal enquanto as obras estiverem em andamento, a SMTU estuda a possibilidade de utilizar uma das vias localizadas na proximidade do T2 como terminal provisório.

Antes mesmos das obras iniciarem, a Prefeitura de Manaus vai realizar uma ação educativa para alertar os usuários e os comerciantes que trabalham no terminal sobre a reforma. Vai também conscientizar sobre a importância da contribuição de cada um na manutenção do espaço limpo e sem depredações. A ação envolve também as secretarias municipais de Feiras, Mercados, Produção e Abastecimento (Sempab) e de Limpeza e Serviços Públicos (Semulsp).

A obra está em fase de conclusão do projeto e, em seguida, entra em processo de licitação. A previsão é que os serviços sejam iniciados ainda este ano. O investimento está orçado em R$ 2.425.606,55.

Informações: A Critíca

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960