Paradas de ônibus de Porto Alegre terão placas com indicação de linhas

sexta-feira, 31 de outubro de 2014

A Prefeitura de Porto Alegre inicia nesta quinta-feira (30) a implantação de um novo projeto de identificação das linhas de ônibus nas paradas da capital. Responsável pelo projeto, a Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) vai instalar placas informando quais os ônibus que atendem aos pontos de embarque e desembarque.

Os primeiros modelos de placas informativas serão instalados às 11h, em uma parada na Avenida Cristovão Colombo, próximo a Benjamin Constant, com a presença do diretor-presidente da EPTC, Vanderlei Cappellari e técnicos da empresa pública.

Foram criados três modelos de placas: dois para as paradas comuns (40cm x 60cm e 60cm x 80cm), informando o nome e o número das linhas, com as cores respectivas dos consórcios; e um para as do tipo Parada Segura (90cm x 110cm), que terão as mesmas informações das comuns, mais o itinerário e o primeiro e último horário de funcionamento da linha.

“Em Porto Alegre, temos mais de 5,6 mil pontos de parada. Começaremos a implantação desse projeto em algumas avenidas, como Cristovão Colombo, Plínio Brasil Milano, 24 de Outubro, Érico Veríssimo, entre outras. Depois vamos seguir para o interior dos bairros. Nosso objetivo é facilitar a informação aos usuários”, disse Cappellari.

Informações por telefone e internet
Além das placas, quem utiliza transporte público em Porto Alegre também poderá seguir usando o fone 156, Fala Poa, e 118, da EPTC, para se informar sobre itinerários e tabela horária dos ônibus, 24 horas, todos os dias. Ano passado, os dois fones receberam 5,6 milhões de ligações, sendo a principal demanda consultas de transporte.

Para outras informações, também existem os sites da EPTC, PoaTransporte e Google Maps, opção Transporte, que podem ser acessados também por celular e tablets com acesso à internet. Neles, podem ser consultados os itinerários e tabelas horárias dos ônibus e lotações, assim como os pontos de táxi de Porto Alegre.

Informações: G1 RS


0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960