Obras de mobilidade urbana são vistoriadas em São Paulo

terça-feira, 21 de outubro de 2014

Quatro obras de mobilidade urbana e uma de canalização de córrego foram vistoriadas nessa sexta-feira (17) na capital paulista pela ministra do Planejamento, Miriam Belchior, e pelo Prefeito de São Paulo, Fernando Haddad. O secretário municipal de Infraestrutura Urbana de Obras da Prefeitura, Roberto Garibe, também participou da vistoria.

Os quatro corredores exclusivos de ônibus que fizeram parte da checagem ficam na zona sul da capital paulista e funcionarão integrados à malha viária já existente e também às ciclovias, garantindo um deslocamento mais rápido à população.

A primeira parada da visita foi em M'Boi Mirim, onde está sendo construído um corredor de ônibus que será interligado ao corredor da Avenida Santo Amaro. Esse trecho conta com 16 quilômetros de extensão de pavimentação, a previsão é de que cinco quilômetros sejam inaugurados até o fim deste ano - os outros oito quilômetros deverão ser inaugurados até julho de 2015. Atualmente, 2,4 quilômetros já estão concluídos. 

Das obras do complexo M’Boi Mirim – que vão integrar com terminais de ônibus e estações de metrô -, destaca-se a requalificação que segue entre a Estrada do M’Boi Mirim, no Jardim Ângela, e a Avenida Vitor Mazini, interligando-se com o Binário Santo Amaro. Esse trecho tem extensão de 8.4 quilômetros e vai receber paradas de ônibus modernas.

"Nós queremos essas obras prontas rapidamente para beneficiar a população que vem lá do fundão da zona sul, que sai às 5 horas da manhã para chegar ao trabalho às 8. Esses corredores diminuirão bastante o tempo de deslocamento desses trabalhadores", afirmou a ministra Miriam Belchior.

Informações: Governo Federal

Leia também sobre:

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960