Zona Norte do Recife ganha nova ciclofaixa

sábado, 27 de setembro de 2014

A partir deste sábado (27), a Zona Norte do Recife vai ganhar uma nova ciclofaixa permanente e um binário. A Secretaria de Mobilidade e Controle Urbano (Semoc) e a Companhia de Trânsito e Transporte Urbano do Recife (CTTU) vão implantar a Ciclofaixa Marquês de Abrantes, com dois quilômetros de extensão, entre os bairros do Rosarinho e Campo Grande, incluindo Encruzilhada e o Hipódromo. Para viabilizar a ação, haverá mudanças no tráfego na localidade.

A nova rota deverá servir como alternativa mais segura para os ciclistas que transitam pela Estrada de Belém. O percurso não está em trajeto de ônibus e possui velocidade regulamentada de 30 km/h. De acordo com uma pesquisa realizada pela  CTTU, a ciclofaixa tem a potencialidade de beneficiar de imediato cerca de 90 ciclistas por hora, fluxo registrado na Estrada de Belém.

A ciclofaixa terá o fluxo bidirecional e vai ligar os bairros de Campo Grande e Rosarinho entre as ruas Amaro Coutinho e Jerônimo Vilela. O equipamento terá início na Rua Marquês de Abrantes, a partir do cruzamento com a Rua Jerônimo Vilela, em Campo Grande, onde há sinalização horizontal e vertical, além de tachões para a segregação da via. A rota continua pela Rua Carlos Fernandes, passando pela Praça Tertuliano Feitosa (conhecida como Praça do Hipódromo), que, por ter a via mais estreita, receberá um tratamento de ciclorrota, contando apenas com a sinalização vertical. Após a Rua Carlos Fernandes, o percurso segue pelas ruas da Coragem, Pedro Alves e Amaro Coutinho, passando por trás do Mercado da Encruzilhada. Nesse trecho, haverá a sinalização horizontal e vertical com tachões segregando a via. Já o trecho da Amaro Coutinho, entre a Rua Dr. Enéas de Lucena até o cruzamento com a Av. Santos Dumont, no Rosarinho, terá sinalização vertical para alertar aos motoristas que a via será compartilhada com ciclistas.

Somente neste ano, duas ciclofaixas permanentes já foram implementadas. De acordo com o plano de governo da atual gestão, 76 quilômetros de rota deverão ser implementados até 2016. O percurso também está em consonância com o Plano Diretor Cicloviário (PDC), lançado pelo Governo de Pernambuco em parceria com os municípios da RMR, que prevê 12 rotas cicláveis no Recife.

Para implantar a nova ciclofaixa, será necessário realizar mudanças na circulação de veículos na área, como a implantação do binário entre as ruas Doutor Machado e Marquês de Abrantes, em Campo Grande. Será proibido o estacionamento na Rua da Coragem, no lado oposto à ciclofaixa e nos dois lados da Rua Carlos Fernandes, das 7h às 19h, de segunda a sexta-feira. A CTTU também vai alterar a circulação das ruas Marquês de Abrantes e Doutor Machado, no bairro de Campo Grande. As duas vias passam a formar um binário, no trecho entre as ruas Prudente de Moraes e Jerônimo Vilela.

A Rua Marquês de Abrantes, que é mão dupla, passa a ser mão única no sentido da Rua Prudente de Moraes. Já a Rua Doutor Machado, que também é mão dupla, vai passar a ser mão única no sentido da Rua Jerônimo Vilela. Dessa forma, o condutor que trafegar pela Rua Doutor Machado e quiser acessar a Praça do Hipódromo, deverá realizar o giro de quadra pela Rua Jerônimo Vilela e seguir pela Rua Marquês de Abrantes. Já o condutor que estiver circulando pela Rua Marquês de Abrantes e quiser acessar a Rua Jerônimo Vilela, deverá realizar o giro à direita na Rua Prudente de Moraes, acessar a Rua Doutor Machado e seguir em frente até a via desejada. O estacionamento na Rua Doutor Machado permanece liberado, assim como o estacionamento na Rua Marquês de Abrantes, no lado oposto à ciclofaixa.

A CTTU vai implantar a sinalização viária e cerca de 200 placas de sinalização vertical, que irão regulamentar a nova ciclofaixa e as alterações na circulação com a implantação do binário. Os condutores que trafegam pela área devem ficar atentos às mudanças de circulação e à sinalização. A CTTU destaca ainda a importância da educação e o respeito às leis contidas no Código de Trânsito Brasileiro (CTB), que proíbem o estacionamento e a circulação na área destinada aos ciclistas. Os motoristas que estacionarem em local proibido ou sobre a ciclofaixa serão autuados e receberão multas que variam entre R$ 53,20 e R$ 127,69. Já os condutores flagrados transitando sobre a ciclofaixa receberão multa de R$ 574,62. Agentes da CTTU irão reforçar o monitoramento e a fiscalização da área.

Informações: Diário de Pernambuco

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960