Campinas começa nesta quarta a abolir dinheiro em ônibus

terça-feira, 30 de setembro de 2014

A partir de 1º de outubro, quarta-feira, o pagamento da tarifa do transporte público coletivo de Campinas, dentro dos ônibus, somente poderá ser efetuado com cartões eletrônicos. A medida visa dar mais segurança à operação do sistema e, também, proporcionar mais agilidade e rapidez nos embarques.


“Essa é uma etapa no caminho de termos, no futuro, o conceito do pagamento desembarcado, em que os usuários do ônibus pagam a passagem fora do veículo. Com o tempo, iremos incorporar novas tecnologias ao sistema”, afirma o secretário de Transportes e presidente da Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas, Carlos José Barreiro.


Os usuários de ônibus têm duas opções para viajar no sistema: utilizar um dos cartões da família Bilhete Único ou usar um dos novos cartões eletrônicos, o Bilhete 1 Viagem ou o Bilhete 2 Viagens.

O Bilhete Único Comum pode ser feito nos postos de cadastramento da Associação das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de Campinas (Transurc), que estão nos terminais Central, Ouro Verde, Barão Geraldo, Campo Grande, Metropolitano e Mercado; na sede do Poupatempo Centro (Avenida Francisco Glicério, 935); Expresso Bilhete Único; na sede da Transurc (Rua 11 de Agosto, 757) e na nova Loja do Bilhete Único (Avenida Anchieta, 55).

O cadastro e emissão são feitos de forma gratuita. É necessária apenas a apresentação de um documento de identidade, como CPF ou RG. Além de ter a emissão gratuita, o Bilhete Único permite que o usuário pegue mais de um ônibus pagando uma tarifa, no período de duas horas.

Em caso de roubo ou furto do cartão, é feito o bloqueio do saldo e transferência do valor. Também a partir de 1º de outubro, o Bilhete Único Comum possibilitará que o usuário faça até duas viagens, mesmo que o saldo esteja zerado.

Novos cartões
Os Bilhete 1 Viagem e Bilhete 2 Viagens foram criados para atender aos usuários eventuais do sistema, aquelas pessoas que moram em outras cidades ou, então, que usam esporadicamente o transporte coletivo em Campinas.

O Bilhete 1 Viagem será vendido dentro dos ônibus, até 30 de novembro de 2014. Ele custará R$ 5,30 (R$ 3,30 de tarifa + R$ 2,00 do cartão). O valor do casco (cartão) será reembolsado em um dos postos autorizados da Transurc.

O Bilhete 2 Viagens, que custa R$ 8,60 (R$ 6,60 de duas tarifas + R$ 2,00 do cartão), será vendido na Rede de Credenciados, composta por 325 estabelecimentos comerciais (bancas, farmácias, mercados, padarias, postos de combustível etc), na sede da Transurc, no Poupatempo Centro, nos terminais Central, Mercado, Ouro Verde, Campo Grande e Metropolitano e na nova Loja do Bilhete Único. A rede de credenciados pode ser conferida no site da Transurc, no endereço eletrônico www.transurc.com.br. O casco do Bilhete 2 Viagens também é reembolsado.

Os novos cartões Bilhete 1 Viagem e Bilhete 2 Viagens não permitem a integração. Informações complementares também podem ser obtidas pelo telefone da Emdec, no número (19) 3772-1517, que funciona 24h por dia, todos os dias da semana. Também no 0800 014 0204, da Transurc.

Informações: Prefeitura de Campinas

Leia também sobre:

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960