VLT chega a cidade de Natal esta semana

terça-feira, 5 de agosto de 2014

A primeira composição de Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT) deverá chegar em Natal ainda nesta semana. Segundo a Superintendência de Trens Urbanos de Natal, a composição foi fabricada pela empresa Bom Sinal, em Barbalha (CE) e foi despachada com destino a Natal nesta segunda-feira (4).

O equipamento faz parte de um investimento de R$ 154 milhões, disponibilizado através de PAC Equipamentos, do Governo Federal, para a modernização do sistema de trens urbanos.  No total, foram adquiridas 12 composições e duas locomotivas tradicionais, que já estão em Natal em fase de testes.

“Com a implantação do sistema de transporte ferroviário na Região Metropolitana de Natal, destacando o VLT como indutor da mobilidade urbana, as pessoas vão se deslocar de maneira muito mais confortável, rápida e econômica, pois não há previsão de aumento da tarifa. O valor do transporte continuará R$ 0,50”, disse João Maria Cavalcanti, superintendente regional da Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU). O tempo de espera será de 15 a 20 minutos.

Após a chegada do primeiro VLT, os próximos deverão ser entregues a cada dois meses e a capacidade diária das linhas deve aumentar de 8 mil para 50 mil passageiros. O primeiro veículo a entrar em circulação na capital deverá atender a linha Ribeira – Nova Natal. O outro VLT vai circular no trecho Ribeira – Parnamirim. Com o novo sistema, a estrutura de transportes por trens será modificada. O conjunto Nova Natal, na zona Norte, terá uma estação de transferência integrada às demais estações. 

Com a modernização do sistema, a CBTU espera ampliar a capacidade diária de 8 mil passageiros para 50 mil. A CBTU também tem projetos de ampliação das linhas de trens em Natal e região metropolitana. O projeto prevê a implementação do destino Campus Universitário, com duas novas linhas, uma que ligará à Ribeira e outra, que formará um anel na região central da cidade. 

Uma outra linha também deverá ser criada para atender o Aeroporto de São Gonçalo e formará um anel ferroviário metropolitano, interligando Natal, Parnamirim, Macaíba e São Gonçalo do Amarante. Também está prevista a ampliação do ramal sul, a partir do município de Parnamirim em direção a Nísia Floresta e São José de Mipibú.

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960