Greve afeta linhas municipais e intermunicipais de Mauá

segunda-feira, 11 de agosto de 2014

Uma greve prejudica passageiros que precisam das linhas municipais e intermunicipais em Mauá, na Grande São Paulo, nesta segunda-feira (11). No início da manhã, o terminal municipal estava completamente vazio, mas, pouco antes das 7h, as bilheterias foram abertas e as catracas liberadas.

Funcionários da empresa Cidade de Mauá entraram em greve para reivindicar o pagamento de verbas rescisórias para empregados que deixaram a viação. Eles impediam a saída de ônibus de outras companhias como a Susan Tour e a EAOSA,  que ligam a cidade de Mauá aos municípios da Grande São Paulo.

O Bom Dia São Paulo informou que, segundo a Prefeitura, os grevistas concordaram em liberar a circulação dos coletivos da Susan Tour, que é responsável por 60% da frota municipal.

As 12 linhas intermunicipais da empresa EAOSA, porém, permaneciam paralisadas. A Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos de São Paulo (EMTU) pediu reforço em seis linhas da Viação Ribeirão Pires que passam pelo município.

A Linha 10-Turquesa, da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), era a opção para deixar a cidade no início da manhã.

Informações: G1 São Paulo


Leia também sobre:

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960