No Rio, BRT Transcarioca terá superônibus para até 270 passageiros

quarta-feira, 27 de agosto de 2014

Parece um trem de tão comprido e carrega mais gente até do que muitos aviões comerciais. Mas não está sobre trilhos, tampouco acima das nuvens. A partir de setembro, o BRT Transcarioca vai operar com dois ônibus de 28 metros de comprimento, os maiores já fabricados no Brasil. Construídos no país pela Volvo, os superônibus biarticulados, com duas sanfonas, transportam até 270 passageiros, quase quatro vezes a capacidade de um ônibus comum e 85% superior à lotação máxima dos modelos articulados de 18 metros, também em circulação na cidade. 

O ônibus de 28 metros está hoje entre os maiores do mundo. Em alguns países europeus e asiáticos, circulam veículos de 31 metros, mas com capacidade inferior, de 256 passageiros. Os coletivos biarticulados, de 28 metros, trafegam atualmente em algumas cidades latinas, entre elas Curitiba, São Paulo e Bogotá — a capital colombiana, cujo sistema BRT transformou-se em referência mundial no setor. 

Inicialmente, os dois veículos biarticulados que chegarão ao Rio vão operar na linha Madureira-Alvorada do Transcarioca. O corredor já funciona com ônibus articulados de 21 e 23 metros. Este último, chamado de superarticulado, tem capacidade para até 200 pessoas. Para se ter uma comparação, os coletivos convencionais têm 11 metros. De acordo com o Consórcio BRT, cada ônibus biarticulado custou em torno de R$ 1 milhão — um coletivo convencional vale hoje cerca de R$ 350 mil. No corredor Transoeste, 14 ônibus de 23 metros já circulam preferencialmente nos serviços diretos Santa Cruz-Alvorada e Mato Alto-Alvorada.

Transcarioca leva 113 mil ao dia 

Inaugurado em 2 de junho, o BRT Transcarioca atingiu, na semana passada, a marca de 113 mil passageiros transportados por dia, de acordo com a Secretaria Municipal de Transportes (SMTR) e o Consórcio BRT. Atualmente, o Transcarioca funciona serviço funciona com 25 estações, entre Madureira e a Barra, mais duas paradas no Aeroporto Internacional e uma em Vicente de Carvalho, onde há a integração com o metrô.

Como antecipou O DIA , a terceira e última fase de implantação do Transcarioca será iniciada até meados de setembro, com a abertura das estações da área da Penha. “Nossa ideia é iniciar a terceira fase em setembro e concluí-la este ano”, disse o secretário municipal de Transportes, Alexandre Sansão, por meio de nota. Quando estiver funcionando plenamente, com as 45 estações abertas, a expectativa da prefeitura é de que o Transcarioca transporte diariamente 320 mil passageiros.

Nesta segunda-feira, a prefeitura deu a partida em mais uma etapa do processo de racionalização das linhas de ônibus das regiões abrangidas pelo Transcarioca. Ao longo desta semana, oito linhas vão sair de circulação gradualmente: 816, 690, 732, 747, 749, 758SV, 875 e 691. Também progressivamente, entram em operação nove linhas alimentadoras do sistema nas Zonas Norte e Oeste: 816A (Capela – Tanque), 690A (Méier – Madureira), 890A (Tanque – Alvorada, via Cidade de Deus), 932A (Gardênia Azul – Tanque, via Pau Ferro), 810A (Pontal - Curicica), 809A (Curicica – Recreio, via Vargem Grande), 954A (Curicica – Recreio), 875A (Praça Seca – Chácara circular) e 991A (Taquara – Alvorada, via Cidade de Deus). 

Estão previstos mais três serviços de BRT para a etapa final de implantação do corredor: Penha – Madureira (com 14 paradas), Fundão – Alvorada (com 12 estações) e Galeão – Penha (com dez paradas).

Estação da Linha 4 fica pronta 
A futura estação Nossa Senhora da Paz, da Linha 4 do Metrô, em Ipanema, está totalmente escavada, informou ontem a concessionária responsável pelas obras. Embora ainda sirvam de depósito de material, as bilheterias do mezanino da estação já estão totalmente construídas. 
O acesso de passageiros da Rua Maria Quitéria, na esquina com a Avenida Visconde de Pirajá, está plenamente aberto, e recebeu as escadas. O acesso localizado do outro lado da praça também está pronto. A Nossa Senhora da Paz é uma das seis estações da Linha 4, que, a partir de 2016, ligará a Barra a Ipanema. Cerca de 300 mil pessoas serão transportadas diariamente na Linha4.

Por Paulo Maurício Costa
Informações: O Dia

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960