Prefeitura de Fortaleza inicia projeto piloto de reestruturação das linhas do transporte complementar

segunda-feira, 14 de julho de 2014

A Prefeitura de Fortaleza, por meio de mais uma iniciativa do Plano de Ações Imediatas de Transporte e Trânsito (PAITT), irá realizar um projeto piloto que dará início a reestruturação do Sistema Integrado de Transporte de Fortaleza (SIT-FOR). A medida é um marco histórico na unificação do sistema regular (ônibus) com o complementar (vans). Entre as principais mudanças está o fato de que as vans passam a operar em linhas alimentadoras, o que vai permitir também que realizem integrações dentro dos terminais.

O projeto piloto, que terá início a partir do dia 14 de julho (segunda-feira), foi apresentado pelo prefeito Roberto Cláudio em coletiva no Paço Municipal, na tarde de quinta-feira (10/07). “Estamos empenhados em buscar soluções criativas e inovadoras para o transporte público em Fortaleza. Queremos montar um modelo que melhor atenda às necessidades da população. A mobilidade urbana é uma das prioridades desta gestão”, disse o prefeito, que destacou ainda a importância da parceria entre imprensa e PMF para a correta divulgação de informações de interesse público.

A mudança consiste na readequação da frota que opera nas linhas de ônibus e vans, uma ação simples, mas que possibilitará a diminuição da lotação e do tempo de espera dos passageiros. Com a medida, as linhas de baixa demanda de passageiros passarão a circular com microônibus (vans), mas terão a frota ampliada, o que reduzirá o tempo de espera. Já as linhas de alta demanda passarão a operar com veículos de maior porte (ônibus), ampliando o número de lugares a serem ocupados pelos passageiros.

A primeira linha a passar por alteração será a 711 - Barra do Ceará/Cais do Porto, integrante do sistema de transporte complementar. Hoje ela opera com dez micro-ônibus (van) e passará a ter uma frota de 14 ônibus tipo leve. A mudança irá promover um aumento de 400 lugares para 1.120, uma ampliação de 180% na oferta atual. O objetivo da medida é garantir mais conforto durante a viagem dos passageiros.

Em decorrência da primeira alteração, outras oito linhas também passarão por mudanças. As linhas 324 - Cj Ceará/1ª Etapa, 367 - Cj. Ceará / Bom Jardim SP1, 368 - Cj. Ceará / Bom Jardim SP2, 394 - Parque Universitários/Lagoa I, 396 - Parque Universitários/Lagoa II, 318 - Av. Lineu Machado SP1, 348 - Av. Lineu Machado SP2, 243 - Parque Universitários / Antônio Bezerra, que atualmente operam com ônibus passarão a utilizar micro-ônibus (vans), mas terão um aumento na frota, o que reduzirá o tempo de espera dos passageiros.

Para o coordenador do PAITT, Luiz Alberto Sabóia, a análise é feita linha a linha. “Nosso processo de operação se baseia em estudo, planejamento e diálogo com a comunidade. Fazemos uma extensa pesquisa de campo para entender o que melhor atende àquela população que faz uso do transporte público. Os dois principais objetivos são o de aumentar a oferta de vagas nos veículos e reduzir o tempo de espera e lotação. Até o final do ano as 16 linhas de vans estarão integradas ao sistema de transporte público juntamente com os ônibus”, disse.

Os passageiros serão informados sobre as alterações por meio de cartazes nos coletivos, distribuição de panfletos e informativos nos sites e redes sociais da Prefeitura e da Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor). “Hoje o passageiro identifica as linhas do Sistema de Transporte Complementar pelo tipo de veículo, as vans, mas com a reestruturação dessas linhas, nas quais os ônibus também irão circular, eles precisarão ficar mais atentos aos letreiros que indicam o número e o nome da linha. Outra adaptação é que as vans passarão a utilizar os terminais de integração. São mudanças que vão mudar a forma de usar o transporte coletivo, mas que são de fácil entendimento para o usuário”, afirma Antônio Ferreira, Presidente da Etufor.

Implantação do binário tem mais uma ação concluída

Também na próxima segunda-feira, 14/7, passará a operar a linha 914 – Binário Circular, que será uma alternativa rápida e prática para quem precisar realizar deslocamentos entre as avenidas Dom Luís e Santos Dumont. A linha irá operar inicialmente de segunda a sexta, das 5h50 às 20h30, mas a Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza fará acompanhamento da demanda para realizar eventuais ajustes necessários.

O itinerário da nova linha passa pela Av. Jangadeiro, R. Júlio Abreu, Av. Dom Luís, R. Tenente Benévolo, Av. Rui Barbosa e Av. Santos Dumont, repetindo de forma circular o percurso. Para atrair passageiros, a linha terá uma tarifa reduzida de R$ 0,40 a inteira e de R$ 0,20 a meia passagem. O pagamento no veículo pode ser feito em dinheiro, Bilhete Único, Vale Transporte Eletrônico ou com a Carteira de Estudante.


ALTERAÇÃO POR LINHA

711 - Barra do Ceará/Cais do Porto
Opera com 10 vans e oferta 400 lugares
Passará a operar com 14 ônibus e ofertará 1.120 lugares (aumento de 180%)


324 - Cj Ceará/1ª Etapa (passa pelo terminal Conjunto Ceará)
Opera com 2 ônibus e tempo de espera de 14 minutos
Passará a operar com 4 vans e terá tempo de espera de 7 minutos (redução de 50%)

367 - Cj. Ceará / Bom Jardim SP1 (passa pelo terminal Conjunto Ceará)
368 - Cj. Ceará / Bom Jardim SP2 (passa pelo terminal Conjunto Ceará)
Opera com 3 ônibus e tempo de espera de 16 minutos
Passará a operar com 6 vans e terá tempo de espera de 8 minutos (redução de 50%)

394 - Parque Universitários/Lagoa I (passa pelo terminal Lagoa)
396 - Parque Universitários/Lagoa II (passa pelo terminal Lagoa)
Opera com 2 ônibus e tempo de espera de 20 minutos
Passará a operar com 3 vans e terá tempo de espera de 13 minutos (redução de 35%)


318 - Av. Lineu Machado SP1 (passa pelo terminal Lagoa)
348 - Av. Lineu Machado SP2 (passa pelo terminal Lagoa)
Opera com 3 ônibus e tempo de espera de 12 minutos
Passará a operar com 4 vans e terá tempo de espera de 9 minutos (redução de 25%)

243 - Parque Universitários / Antônio Bezerra (passa pelo terminal Antônio Bezerra)
Opera com 3 ônibus e tempo de espera de 12 minutos
Passará a operar com 5 vans e terá tempo de espera de 7 minutos (redução de 42%)


Informações: Etufor

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960