Frota de micro-ônibus de Salvador é renovada

terça-feira, 22 de julho de 2014

O Subsistema de Transporte Especial Complementar de Salvador (Stec) recebeu na terça-feira 66 dos 300 novos micro-ônibus que irão substituir veículos antigos até o final deste ano.

A nova frota, apresentada pelo prefeito ACM Neto, ontem pela manhã, no estacionamento São Raimundo, nos Barris, começa a circular em até cinco dias.

O valor da passagem será o cobrado atualmente: R$ 2,80, porém os veículos não integram a compensação tarifária do bilhete único para usuários do Salvador Card.

Os ônibus adquiridos pela Cooperativa dos Permissionários do Subsistema de Transporte Especial Complementar de Salvador (Coopstecs) foram viabilizados pela prefeitura municipal, que facilitou um empréstimo com juros reduzidos.

A cooperativa, que é responsável por 10% das demandas de transporte público na capital baiana, conta com uma carência de seis meses no financiamento. O pagamento será realizado mensalmente pelos cooperados.

O sistema complementar dispõe de 300 veículos, que fazem o transporte de 120 mil passageiros por dia e suprem áreas periféricas de Salvador, como Cajazeiras, Castelo Branco, Narandiba, São Cristóvão e a região suburbana.

Diferencial

Com ônibus adaptados para portadores de deficiência e com sistema de ventilação forçada - para renovação do ar -, a nova frota oferecerá mais conforto aos passageiros, em comparação aos antigos. Além disso, possuem motores Euro V, que produzem menos poluentes atmosféricos.

"Isso é uma conquista para nós, é um equipamento com mais robustez, economia, segurança e acessibilidade" diz Pedro Miranda, presidente da (Coopstecs).

A expectativa é que estes veículos possam circular dentro de áreas com maior dificuldade de acesso, onde os transportes públicos convencionais não chegam devido à estrutura local, como becos e ruas mais estreitas.

A autônoma Lidiane Maria, 23, acredita que os novos micro-ônibus têm realmente as características prometidas, com mais segurança e comodidade para os moradores do subúrbio ferroviário da capital baiana.

"Os ônibus fazem muitas voltas para chegar a um ponto do bairro, isso torna a viagem cansativa, principalmente para quem tem horário para chegar ou sair", afirma Lidiane.

Durante a solenidade de entrega, o prefeito ACM Neto anunciou que, até o final do ano, 100% dos veículos serão totalmente substituídos como parte do compromisso com a melhoria da qualidade do transporte público.

Informações: A Tarde Online


0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960