Em Salvador, Canteiro central da Av. Bonocô é preparado para obras

domingo, 20 de julho de 2014

Parte do canteiro central da avenida Bonocô que fica diante da subida para o bairro de Brotas (onde há, por exemplo, a concessionária Cresauto) servirá como canteiro de obras para a empresa que administra o metrô de Salvador, a CCR Metrô Bahia.

A colocação de tapumes metálicos chama a atenção de quem transita pelo local (para onde, como se pode observar em gráfico no site da CCR, está prevista a instalação da Estação Bonocô do metrô). Muitos moradores da região não sabiam qual o objetivo do cercamento, ainda parcial, da área.

No local onde está o cercamento metálico, há homens e máquinas. Segundo a assessoria da CCR, ainda não há prazo definido para que a área seja totalmente fechada para o funcionamento do canteiro.

Foi ainda esclarecido que, com o andamento das intervenções neste trecho do canteiro central, os moradores do local não perderão acesso a pistas de cooper e demais equipamentos para lazer e prática de esportes, como o skatismo.

Espera material

O trecho só será completamente fechado para a realização das obras - reforçou a assessoria da CCR - quando novos equipamentos forem instalados em outro trecho do canteiro central da avenida. A localização das novas estruturas será debatida com a comunidade local a partir de segunda-feira, segundo informações prestadas por funcionários da CCR Metrô
Bahia.

A pista que era utilizada na tarde de ontem por moradores da região para realizar corridas poderá ser deslocada para as laterais da área sinalizada pelos tapumes metálicos lá instalados.

O operador de máquinas Carlos Alberto Santos, 48, que é morador de Cosme de Farias, disse que a requalificação do local pode ser benéfica para quem pratica esportes.
"Se a mudança vai ser para melhor, temos que apoiar. Ainda que haja os transtornos com a obra, será bom no final", disse Carlos Santos.

Por Davi Lemos

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960