Tarifa social do transporte coletivo de Florianópolis entra em vigor no dia 1º de agosto

domingo, 29 de junho de 2014

Uma força-tarefa para a inscrição do CadÚnico está à disposição da população na Passarela Nego Quirido. A operação acontecerá até o dia 29 de agosto, no prédio Nega Tide, de segunda à sexta, das 8 às 12 e das 13 às 17 horas.

Marisete Maciel, de 31 anos, mora na Trindade e trabalha com serviços gerais. O salário que ganha, de aproximadamente 460 reais por mês, é dividido entre as contas da casa, alimentação e transporte. Ela elogiou a proposta da prefeitura. “Minha filha, de 6 anos, estuda no Monte Verde. Todos os dias precisamos pagar no mínimo quatro passagens de ônibus. Esse valor faz muita falta no fim do mês para o pagamento das contas. Agora, com a tarifa social, teremos uma economia a mais, graças ao serviço do município”, explicou.

A auxiliar de cozinha Noemi Aparecida Rodrigues de Oliveira também passa por esta situação. Ela e o marido, que trabalha como pedreiro, possuem cinco filhos que fazem uso do transporte coletivo. “O nosso salário como casal quase não dá conta de arcar com todas estas despesas. O passe livre vai beneficiar nossos filhos com pelo menos 200 passagens por mês, dinheiro que poderemos investir ainda mais na saúde e educação deles”, disse a auxiliar.

De 2 de junho, quando iniciou a operação de cadastramento, mais de 1 mil famílias e estudantes fizeram a inscrição no CadÚnico. A expectativa é registrar 40 mil pessoas, de acordo com a demanda levantada pela prefeitura no município.

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960