Paralisação dos ônibus prejudica 1,1 milhão de pessoas em Fortaleza

quinta-feira, 29 de maio de 2014

Cerca de 1,1 milhão de pessoas têm dificuldade para voltar para casa na noite desta quinta-feira (29) na Grande Fortaleza com a paralisação dos motoristas e cobradores de ônibus, de acordo com a Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor). Os funcionários realizam um protesto pela morte a facadas do motorista Francisco Erivaldo Marinho, de 55 anos, durante uma tentativa de assalto na noite de quarta-feira (28) no Bairro Siqueira.

Durante a tentativa de assalto, o cobrador Francisco Valderi Carneiro foi ferido a facadas. De acordo com o Instituto Doutor José Frota, hospital onde Valderi foi atendido, o paciente tem estado estável de saúde e diz não sentir as pernas.

Ainda de acordo com a Etufor, os trabalhadores levaram em média o dobro do tempo para voltar para casa desta quinta-feira, utilizando vans ou os ônibus que não passam por terminais de ônibus. A maior parte das vans e paradas de ônibus estiveram lotadas. “Essa é a terceira topic que passa e não tem condições de ir em um imprensado desses”, diz a costureira Roseli da Silva.

Os motoristas paralisaram cerca de 80% da frota de ônibus de Fortaleza. Segundo a Etufor os veículos que não trafegam pelos terminais continuam circulando normalmente em Fortaleza. As empresas responsáveis por ônibus que ligam Fortaleza às cidades de Caucaia e Maracanaú também deixaram de circular os veículos “por medida de segurança”, já que houve protesto na manhã desta quinta com destruição de vidros de ônibus.

Os trabalhadores também cobram mais segurança no transporte público para retornar ao trabalho. “Toda a categoria está paralisada e unida por falta de segurança. O nosso objetivo é este: é chamar atenção das autoridades para a segurança, porque nós não temos condições de trabalhar”, diz Reginaldo Nascimento, diretor do Sindicato dos Motoristas.

Assalto
De acordo com a Polícia Militar, o cobrador e motoristas feridos trabalham na linha Parque Santa Maria/Siqueira (381). Após o assalto, os dois foram socorridos e encaminhados para o Hospital Frotinha da Parangaba. O cobrador, em estado mais grave, foi transferido para o Hospital Instituto Doutor José Frota (IJF), no Bairro Centro.

Informações: G1 CE

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960