No Recife, Empresas de ônibus vencedoras do segundo lote da licitação assinam contrato em junho

quarta-feira, 28 de maio de 2014

Até o final de junho, as empresas vencedoras da segunda etapa da licitação das linhas do Sistema de Transporte Público de Passageiros da Região Metropolitana do Recife (STPP/RMR) vão assinar contrato para operacionalizar o serviço, a partir de setembro. O resultado da licitação foi publicado no dia 14 de maio e já está homologado, confirmando como operadores dos lotes 3, 4, 5, 6 e 7, respectivamente, o Consórcio Tejipió, Expresso Vera Cruz Ltda., Consórcio Capibaribe, Rodoviária Caxangá e Consórcio Litoral Sul. 

Esta segunda etapa da licitação representa um investimento de R$10,5 bilhões e compreende os corredores da José Rufino e Abdias de Carvalho (lote 3); Mascarenhas de Moraes (4); Rosa e Silva, Rui Barbosa e Avenida Norte (5); Beberibe e Presidente Kennedy (6); Domingos Ferreira e BR-101 Cabo/Ipojuca (7). 

Juntos, esses cinco corredores recebem 70% da frota do sistema. São 1.892 veículos, dos quais 1.338 convencionais e 554 articulados e “padron” (modelo de ônibus com motor traseiro, automático e com ar-condicionado com capacidade para 90 passageiros). Ao todo, esses veículos operam 269 linhas de ônibus, transportando cerca de 1 milhão de passageiros por dia.

Durante o processo de licitação, a Empresa São Paulo foi desclassificada por não atender às exigências e, no último dia 22, ela encerrou suas atividades. O Sindicato das empresas, Urbana-PE, informou estar trabalhando para relocação dos ex-funcionários da São Paulo pelas outras operadoras, criando um banco com os dados de todos eles. As linhas continuam funcionando, sob gerenciamento de outras empresas até que as novas concessionárias iniciem suas atividades.

A licitação foi dividida em duas etapas para otimizar a concorrência, que deu deserta no lançamento. Na primeira fase, de R$ 4,5 bilhões, foram à concorrência os corredores exclusivos de BRT (ônibus de trânsito rápido). O consórcio Conorte, formado pelas empresas Itamaracá, Cidade Alta e Rodotur, ganhou o lote 1 (Corredor Norte-Sul) e o lote 2 (Corredor Leste-Oeste) ficou com o consórcio Rodoviária Metropolitana. As empresas já assinaram contrato e devem começar a operação em junho.

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960