Na Grande Cuiabá, Trens que vão compor o sistema do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) continuam chegando

sexta-feira, 9 de maio de 2014

A Secretaria Extraordinária da Copa (Secopa) anunciou a chegada, a Várzea Grande, na terça-feira (6), de mais duas unidades que compõem a oitava remessa de trens que vão compor o sistema do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), novo modal de transporte da Grande Cuiabá. 

Outras duas foram descarregadas no pátio de estacionamento do Centro de Manutenções (CM) na sexta-feira passada (2). 

Mais quatro composições chegaram ao Porto de Santos (SP) e aguardam os procedimentos aduaneiros para então serem enviadas a Cuiabá.

Com a oitava remessa, o número de composições (VLTs) no pátio de estacionamento chega a 29, o equivalente a 72,5% do total encomendado pelo Governo de Mato Grosso, que soma 40 veículos. 

Os trens foram fabricados pela CAF na Espanha e trazidos para Mato Grosso. 

A CAF é uma das cinco empresas que integram o Consórcio VLT Cuiabá-Várzea Grande, que conta ainda com as construtoras CR Almeida e Santa Bárbara e as projetistas Astep e Magna.

Ao serem estacionados nos trilhos do CM, os veículos passam por manutenções programadas, além de testes mecânicos e eletrônicos, obedecendo aos procedimentos descritos nos manuais de instrução.

Segundo a Secopa,, a fabricante garante ainda que os trens não sofrem prejuízo quanto à exposição a intempéries. 

Isso porque, os trens foram projetados para suportar as mais variadas condições climáticas como sol, chuva, ventos, raios, poeira, frio, entre outros, por um período de 30 anos, independentemente de estarem estacionados ou em circulação.

Mais veículos

Seguindo o cronograma de entrega dos VLTs, outros quatro veículos chegaram ao Porto de Santos. Cada trem possui cerca de 44 metros de comprimento. 

É composto por sete módulos, com capacidade para transportar até 400 pessoas (por veículo), sendo 77 sentadas.

Segundo a Secopa, entre os benefícios do novo modal está a oferta de um serviço de transporte público regular e de qualidade, confiável, confortável e seguro, oferecendo mais eficiência ao transporte público. 

O VLT vai circular em duas linhas. A linha 1 ligará o Aeroporto ao CPA, e a linha 2, o Centro ao Coxipó.

O sistema será o primeiro da América Latina movido a energia elétrica, considerado ambientalmente sustentável, pois tem zero emissão de poluentes e baixo nível de ruídos e vibrações.

Informações: Midia News

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960